Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Jorge Lima 21/12/2010

Dando prosseguimento ao que começamos ontem, hoje falamos sobre o Elland Road, estádio do tradicional Leeds United

Nome: Elland Road Football Stadium
Local: Leeds
Construção: 1897
Proprietário: Teak Trading Corporation
Capacidade atual: 39.460 pessoas
Maior público: 57.892 pessoas (Leeds v Sunderland - 15/03/1967)
Setores: Revie Stand, East Stand, South Stand, John Charles Stand




O INÍCIO


Em uma época que todos nós nem pensavamos em existir nesse mundo, começava a história do Elland Road, apenas um grande pedaço de terra (como todos os estádios, obviamente). E ainda como apenas um grande pedaço de terra, o espaço foi comprado pelo Holbeck Rugby Club. O espaço, antes conhecido como Old Peacock Ground (referência a um pub homônimo localizado nos arredores) pertencia a uma cervejaria (Bentley's). Com a constução do primeiro setor, o Holbeck mudou o nome para o que conhecemos hoje: Elland Road.

Após um ano difícil em 1902, o Holbeck, que na época, já dividia o estádio com o Leeds Wood ville, teve que negociar o estádio. Inicialmente, O Elland Road foi alugado pelo recém-fundado Leeds City, para posteriormente, ser comprado pelo mesmo. Com as novas obras, o estádio passou a ter capacidade para 22.500 pessoas. O sucesso de público no derby contra o Bradford fez o clube almejar voos mais altos, comprando casas e lojas nos arredores do estádio, visando mais uma ampliação.

Com o fim da grande guerra em 1918, era hora de, aos poucos, voltar a pensar em futebol normalmente. E as coisas pareciam estar muito bem para o Leeds City, até que o que ninguém esperava, aconteceu. Um grande escândalo atingiu o clube, que era acusado de fazer pagamentos ilegais a jogadores no período da Guerra e o clube acabou expulso da Football League.



SAI LEEDS CITY, ENTRA LEEDS UNITED

Sem o Leeds City, o que fazer com o Elland Road? Alguns empresários tiveram a idéia de transformar o estádio em um local para fabricação de tijolos. Mas a solução veio do Yorkshire Amateurs, time da região que temporariamente se propôs a administrar o estádio. E graças a isso, o Elland Road estava salvo.

Em 1920, o estádio conheceu o seu novo dono, o recém-formado Leeds United. Com novos donos, novas obras. E com isso a capacidade do Elland Road foi mais uma vez aumentada, o que pôde ser comprovado realmente em 1932, com 56.796 pessoas assistindo ao jogo contra o Arsenal.


PREJUÍZO INFERNAL

Em 1956, o Elland Road passou pelo seu pior momento. Um incêndio acabou devastando toda a parte oeste do estádio. Com prejuízo de mais de £100.000, o seguro não cobria tamanho prejuízo. Graças ao conselho da cidade e a ajuda de moradores, o setor pôde ser reconstruído e melhorado, com 1500 lugares a mais que o anterior.


COM A GLÓRIA, AS MUDANÇAS

A chegada de Don Revie aos whites na década de 60 rendeu bons frutos. Tanto para o time como para o estádio. O Leeds finalmente chegava a primeira divisão e com boas campanhas nas temporadas seguintes, era hora do estádio acompanhar a evolução do time. Em 15 de março de 67, o Elland Road recebia o seu maior público até hoje. 57.892 pessoas assistiram ao replay da 5ª fase da FA Cup contra o Sunderland.


SOB NOVA DIREÇÃO

Chegamos a 1982, ano que o Leeds decidiu vender o Elland Road ao conselho da cidade por £2.5M. Hoje seria pouco, mas na época, isso podia ser considerado uma fortuna. Apesar disso, o Elland Road foi alugado para o Leeds por 125 anos com uma cláusula que permitia ao clube comprar o estádio de volta, que voltou às maos dos Whites em 98.


A CRISE E A QUEDA

Títulos, competições européias, rivalidades.... Leeds havia se tornado uma potência na Inglaterra. E isso fez o presidente do clube, Peter Ridsdale, tentar alçar voos mais altos. Em carta enviada aos acionistas e sócios do clube, falando sobre o futuro do clube. Surpreendentemente, a maioria preferia a idéia de um novo estádio a continuar no Elland Road. Entretanto, os planos de Ridsdale não foram adiante. Com uma enorme crise financeira, o clube entrou em concordata e acabou rebaixado para a segunda divisão em 2004. Ridsdale saiu e o Elland Road era mais uma vez vendido e alugado ao Leeds por 25 anos. Em 2006, o estádio foi vendido aos atuais proprietários a Teak Trading corp.


FUTURO?

Visando a copa de 2018, as alas leste e sul do estádio passariam por uma reforma completa, aumentando a capacidade para 51,240. Mas com a derrota da Inglaterra na disputa, já não se sabe se essas obras seguirão adiante.


CURIOSIDADES

* Sir Alex Ferguson, técnico do rival Manchester United, já afirmou que o Elland Road é um dos estádios mais intimidadores da Inglaterra

* É o 12º maior estádio da Inglaterra e o 2º maior fora da Premier League, perdendo apenas para o Hillsbororugh, estádio do Sheffield Wednesday

* Foi usado durante a primeira guerra pelo exército para treinamentos de tiro

* O Elland Road tem esse nome por estar localizado próximo da A643, principal estrada para Elland, cidade vizinha a Leeds.


Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis