Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Classificação

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 16/05/2011


Emocionante e brilhante. Num jogaço com todos os requintes esperados num mata-a-mata, o Swansea fez a festa de sua torcida no Liberty Stadium e venceu o Nottingham Forest por 3-1, garantindo vaga na final no lendário Wembley dia 30. Agora, os comandados de Brendan Rodgers esperam o vencedor do confronto de amanhã entre Cardiff vs Reading para conhecer seu adversário na grande final, podendo retornar a elite do Futebol Inglês depois de uma ausência de 28 anos.

O jogo começou com os times se estudando muito, mas o Forest começou atacando mais. Na primeira chance do jogo, McGoldrick soltou um chutaço na trave de de Vries. Pouco depois, McGoldrick reclamou de pênalti quando foi teoricamente puxado pela camisa por Tate, mas o juiz Andre Marriner deixou seguir. Depois dos 20 minutos, o Swansea teve mais domínio de bola e não tardou a sair na frente do placar. Em cobrança curta de escanteio, Britton recebeu, gingou bastante em cima da zaga dos reds, e achou espaço para soltar um chute perfeito pra fazer um lindo gol, o primeiro desses play-offs, 1-0. Festa nas arquibancadas do Liberty Stadium.

O gol acendeu o time que foi com tudo pra cima, aproveitando que o Forest havia sentido muito o gol. Empurrado pela torcida, o Swansea fez o 2º gol apenas 5 minutos depois de abrir o placar. Numa troca de passes, Dobbie recebeu, deu um rolinho sensacional em Luke Chambers e bateu no cantinho, sem chances para Lee Camp, explodindo em festa a torcida, 2-0. Que golaço! O intervalo foi marcado pela cantoria da torcida dos Swans, que já percebiam que a vaga na final estava próxima.

Na volta do Intervalo, o Forest voltou melhor. Tentando o tudo ou nada, o time foi pra cima e passou a fazer blitze na defesa do Swansea. Billy Davies sacou McGoldrick e colocou Earnshaw (estranhamente no banco). Deu certo. Aos 80 minutos, num brilhante lançamento vindo do meio-campo, Earnshaw recebeu e bateu sem chances para de Vries, 2-1. Aquela altura, o Forest precisava de um gol para forçar a prorrogação, e se lançou com tudo pra frente, contando com o apoio de sua fanática e barulhenta torcida.


O jogo se encaminhou para os acréscimos de 5 minutos dados pelo árbitro num desespero total para o Forest, que via sua chance de retornar à elite ir às favas mais uma vez. No último lance da partida, escanteio para os reds; Como acontece em qualquer jogo decisivo, o goleiro Lee Camp foi para a área tentar fazer o gol da salvação. O que ninguém imaginava que a salvação viria... às avessas; Na cobrança de escanteio, de Vries rebateu, Moloney pegou o rebote, mas deu uma furada BISONHA, e proporcionou o contra-ataque para o Swansea, que via o gol aberto, pois Camp ainda estava na área. Pratley chegou no meio campo, viu o gol vazio e não pensou duas vezes. Soltou uma bomba pra fazer um GOLAÇO de antes do meio campo, fechando o caixão do Forest e explodindo em uma festa nunca antes vista no estádio do Swansea, 3-1. Os Galeses estavam classificados para a final. Decepção monstruosa no banco e na torcida do Forest, e festa sem fim da torcida do Swansea.


Confira os gols da partida em: http://bit.ly/kplVjU

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis