Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 08/08/2012


Nome: Derby County Football Club
Apelido: The Rams
Estádio: Pride Park
Presidente: Andrew Appleby
Técnico: Nigel Clough
Última temporada: 12º (Championship)

Contratações: Michael Jacobs (Northampton Town, valor não revelado); Paul Coutts (Preston, valor não revelado); Richard Keogh (Coventry, £1 milhão); James O'Connor (Doncaster, valor não revelado); Michael Hoganson (free agent)

Vendas/Dispensas: Steve Davies, Miles Addison, Lee Croft (dispensados); Stephen Pearson (Bristol City, valor não revelado); Paul Green (Leeds United, fim de contrato); Chris Maguire (Sheffield Wednesday, free agent); Stephen Bywater (Sheffield Wednesday, valor não revelado); Jason Shackell (Burnley, £1,1 milhão, aproximadamente); Tomasz Cywka (Barnsley, free transfer)

A última temporada do Derby foi exatamente igual as outras duas que o time disputou em 2010 e 2011. Um começo muito bom, com grandes vitórias e briga pelas primeiras posições. Depois, uma queda vertiginosa na tabela, derrotas feias em casa, eliminações em Copas nacionais e protestos da torcida. Ao fim, uma modesta 12ª colocação. No meio dessa bagunça, o simpático Nigel Clough, eternamente com o status de filho do lendário Brian Clough, segue no comando por mais uma temporada, tentando tirar leite de pedra.

Mas agora a situação é diferente. Uma reformulação completa do elenco está sendo preparada, com várias dispensas de importantes jogadores, e algumas vendas que podem fazer muita diferença. O artilheiro do time, Steven Davies, voltou de grave lesão ao fim da temporada, mas desejou deixar o clube para ir jogar no sul da Inglaterra a fim de ficar perto da família. Addison, Pearson, Bywater e Cywka não estavam sendo utilizados e também foram negociados.

Chris Maguire apareceu como boa revelação, mas (estranhamente) não teve seu contrato renovado após voltar de um empréstimo ao Portsmouth e foi para Sheffield. Clough ainda perdeu duas referências de sua equipe nos últimos anos - o capitão Jason Shackell, vendido ao Burnley numa enrolada negociação, e o meia Paul Green, que se mudou para o Leeds ao também recusar um novo contrato. O capitão e idolo Shaun Barker segue lesionado, e seus problemas de joelho podem até encerrar sua carreira precocemente.

Contratações, discretas. Michael Jacobs foi uma boa revelação da League Two pelo Northampton e já foi utilizado como titular na pré-temporada. Paul Coutts foi bem na League One como capitão do Preston e chega com boas expectativas. 3 reforços na zaga chegam ; Keogh vem de Coventry numa negociação envolvendo dinheiro + o atacante Ball. O'Connor vem do Doncaster, onde foi bem atuando na zaga, e o jovem Hoganson vem após deixar o Newcastle, sem chances.

O objetivo, como sempre para uma equipe tão tradicional, é o acesso. Os play-offs seriam considerados espetaculares para uma equipe em formação, mas o que se espera do Derby, pensando racionalmente, é mais uma temporada no meio da tabela.

Time-base da temporada: Fielding; Keogh, Buxton, Brayford, Roberts; Bryson, Coutts, Ward, Hendrick; Tyson e Jacobs.

*Créditos de parte do texto para Jober Gooner, dono da comunidade Premier League no Orkut  

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis