Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 13/08/2012


Nome: Leicester City Football Club
Apelido: The Foxes
Presidente: Vichai Raksriaksorn
Técnico: Nigel Pearson
Última temporada: 9º lugar (Championship)

Contratações: Ritchie De Laet e Matthew James (Manchester United, valores não revelados); Jamie Vardy (Fleetwood Town, £1 Milhão); Marko Futacs (Portsmouth, free agent); Zak Withbread (Norwich, free transfer); Anthony Knockaert (Guingamp, valor não revelado)

Vendas/Dispensas: John Pantsil (fim de contrato), Darius Vassell, Matt Oakley, Elliott Chamberlain (dispensados); Frank Moussa (fim de contrato); Sol Bamba (Trabzonspor, valor não revelado); Matt Mills (Bolton, valor não revelado); Lee Peltier (Leeds, valor não revelado)

A última temporada foi um pesadelo para o Leicester. O time começou a temporada como maior candidato disparado ao título, depois de grandes contratações e muito investimento, sob a batuta do badalado técnico Sven-Goran Eriksson. Mas, quando a temporada começou, ficou claro que não seria tão fácil. O time jogava muito mal e não se acertou no esquema montado por Eriksson, chegando a brigar na parte de baixo da tabela por muitas rodadas. Após 27 jogos e só 9 vitórias, Eriksson foi demitido.

As negociações para a contratação de um novo técnico viraram uma grande novela de quase um mês, e o Leicester acabou anunciando a volta de Nigel Pearson, que deixou o Hull para mais uma passagem pelos Foxes. Pearson demorou para acertar o time, e no final deu um bom sprint, mas passou longe dos play-offs, terminando numa melancólica 9ª posição.

Mas a temporada passou, e o trabalho começa do zero. Nigel Pearson ainda acredita que seu clube deve estar entre os favoritos para o acesso à Premier League. Seis jogadores foram dispensados, entre eles Darius Vassell, que tem sido atormentado com seguidas lesões no joelho. No setor defensivo, os Foxes perderam Sol Bamba, que foi para a Turquia (Trabzonspor), e Matt Mills para o Bolton, depois de uma passagem muitíssimo apagada após chegar como rande contratação.

Zak Whitbread chega depois de anos no Norwich, e o time ainda manteve o agora capitão Wes Morgan e o irlandês St. Ledger., que não começará a temporada com uma lesão, aumentando (mais) os cabelos brancos do técnico. Os atacantes Marko Futacs, ex-Portsmouth, e Jamie Vardy, que marcou 34 gols na última temporada pelo Fleetwood, foram contratados para fortalecer o ataque - já composto por Nugent e Beckford. Do Manchester United veio o meia Matthew James, titular da Inglaterra sub-20 e o defensor belga Richie De Laet.

Um começo de temporada bom é o ideal para o Leicester finalmente brigar de igual para igual pelo acesso, que é o sonho da torcida e do dono Tailandês, que investiu muito dinheiro no clube. Time para isso, não falta.

Time-base da temporada: Schmeichel; Moore, Morgan, Whitbread (De Laet), Konchesky; Wellens, Drinkwater, Dyer, Gallagher; Nugent e Beckford.

*Créditos de parte do texto para Jober Gooner, dono da comunidade Premier League no Orkut   

*Antigo The Walkers Stadium

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis