Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 15/08/2012


Nome: Watford Football Club
Apelido: The Hornets
Estádio: Vicarage Road
Presidente: Giampaolo Pozzo
Técnico: Gianfranco Zola
Última temporada: 11º lugar (Championship)

Contratações: Manuel Almunia (Arsenal, empréstimo), Fitz Hall (QPR, empréstimo); Almen Abdi, Matej Vydra e Leo Beleck (Udinese, empréstimos); Daniel Pudil e Ikechi Anya (Granada, empréstimos); Alex Geijo (Udinese, empréstimo)

Vendas/Dispensas: Scott Loach (Ipswich, valor não revelado); Adrian Mariappa (Reading, valor não revelado); Chris Iwelumo (dispensado)

A última temporada foi razoável para os Hornets. O time brigou sempre no meio da tabela, e sofreu com a saída do então técnico Malky Mackay, que foi para o Cardiff. Sean Dyche assumiu e, mesmo com um elenco reduzido, conseguiu um bom sprint final e terminou numa honrosa 11ª posição, a melhor dos últimos 4 anos. Mas as lembranças da última temporada ficaram pra trás. Assim como os donos e o técnico. Entendamos...

No meio das férias, o Watford foi vendido pelo dono anterior, Laurence Bassini, à familia italiana Pozzo, também dona da Udinese, da Itália, e do Granada, da Espanha, que tem grande experiência em futebol. A venda trouxe grande esperança aos fãs, já que os donos são conhecidos por fazerem trocar entre jogadores de seus clubes para fortalecer o elenco. Mas a grande mudança é no comando. Os Pozzo trouxeram seu homem de confiança para conduzir o trabalho de levar o Watford de volta à Premier League: Gianfranco Zola, ex-técnico do West Ham e que estava sem emprego, chega com grandes esperanças e expectativas. Sean Dyche, e seu bom trabalho, foi deixado pra trás.

As contratações dão esperança de bons jogos. O espanhol Almunia, ex-Arsenal, chegou para ser o goleiro titular após as saídas de Kuszczak (Brighton) e Scott Loach (Vendido aos Ipswich). Zola trouxe o zagueiro Fitz Hall, ex-QPR, e vários jogadores chegaram por empréstimo dos times controlados pela família Pozzo. Com destaque para Vidra e Pudil, bons nomes ofensivos com experiência internacional.

A principal perda é a do bom zagueiro Adrian Mariappa, talvez o maior destaque da última temporada, que não resistiu a uma oferta do Reading para jogar a Premier League. A meta inicial, pelo período de transição em que o elenco está sendo formado, com um novo treinador e sem entrosamento, é permanecer na divisão. O plano é que o acesso para Premier League seja questão de tempo. De preferência, em pouco tempo

Time-base da temporada: Almunia; Doyley, Hall, Nosworthy, Dickinson; Eustace, Hogg, Murray, Vydra; Pudil e Deeney.

*Créditos de parte do texto para Jober Gooner, dono da comunidade Premier League no Orkut   

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis