Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Classificação

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 19/09/2012


Uma noite emocionante de homenagens marcou o jogo entre Sheffield Wednesday e Huddersfield, em Hillsborough, palco da maior tragédia do futebol Inglês em 1989, onde 96 torcedores do Liverpool morreram esmagados contras as grades do estádio.


O jogo foi o primeiro a ser disputado no estádio do Wednesday desde as conclusões do relatório independente na semana passada sobre o desastre de Hillsborough, que isentou os torcedores do Liverpool de culpa pelas mortes. Um minuto de silêncio foi impecavelmente observado por ambos os conjuntos de fãs, realizado antes do jogo para lembrar os 96 torcedores do Liverpool que perderam suas vidas como resultado da tragédia, em 1989.

Em campo, o jogo foi quente, com muitas entradas duras e muita reclamação conta a arbitragem do sr.Graham Salisbury. O primeiro lance polêmico aconteceu aos 16': Vaughan mandou um chutaço na trave e, no rebote, Jermaine Johnson derrubou Jack Hunt na área, e o juiz deu pênalti, pra desespero dos donos da casa. Norwood bateu mal, Kirkland defeneu, mas no rebote o próprio Norwood abriu o placar, 1-0. Os Owls mal tiveram tempo de se reestabelecer do gol sofrido e, dois minutos depois, Lee Novak aproveitou cruzamento de Ward e só completou pra fazer 2-0.

O Sheffield foi pra cima em busca do tempo perdido e diminui com Reda Johnson de cabeça, aos 37', após bom cruzamento de Jose Semedo. E a chance de voltar pro jogo aumentou ainda mais quando Joel Lynch deu uma entrada criminosa em Michail Antonio e foi expulso direto, deixando o Huddersfield com 10. Mas o time vacilou e não soube se aproveitar da vantagem numérica pois Joe Mattock conseguiu a proeza de tomar dois cartões amarelos num intervalo de quatro minutos. Expulsão que deixou o jogo igual novamente.

Com igualdade numérica, o Huddersfield controlou o jogo em boa parte da segunda etapa. Pecnik, que entrou no segundo tempo, deu um calor na defesa dos Terriers e, num lance duvidoso, reclamou de pênalti quando foi derrubado, mas o juiz mandou seguir. O Sheffield começava a ficar irritado com o árbitro, e a revolta se deu por completa aos 71': Hunt cruzou, e a bola bateu na mão de McCabe, o juiz mandou seguir, mas o bandeira assinalou o pênalti, pra desespero dos torcedores. Clayton bateu bem pra decidir o jogo, 1-3.

Com a vitória, o Huddersfield avança para a 7ª colocação. Já o Sheffield, após um bom início, começa a decair preocupantemente e está apenas na 17ª posição

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis