Classificação FINAL

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Unknown 14/09/2014

Blackpool-Wolves, Bloomfield Road, 13 September 2014. Joan Oriol outjumps Rajiv Van La Parra


Em Bloomfield Road, os donos da casa finalmente saíram do zero na tabela, segurando um importante empate contra a consistente equipe do Wolverhampton.O torcedor dos Tangerines finalmente teve neste sábado algum motivo para dar pelo menos um sorriso amarelo meio constrangido, para um time que fez 16 contratações em 15 dias tendo que adaptar e tentar entrosar um elenco construído do zero com o resto do resto das opções disponíveis no mercado e em meio a disputa das três primeiras rodadas.

Jogando em casa o Blackpool começou o primeiro tempo melhor conseguindo, incrivelmente, impor o seu jogo sobre o Wolverhampton, tendo duas boas chances de marcar.A primeira aos 16' em cruzamento de Orlandi, encontrou a Delfouneso no meio da grande área e este finalizou mal por cima.Aos 30' após escanteio cobrado curto para Orlandi que cruzou novamente para o miolo da área e agora Lundstram isolou.Apesar do maior domínio dos Tangerines a grande chance do jogo na primeira etapa foi dos Wolves aos 37' Van La Parra entrou pelo lado direito da defesa e finalizou cruzado no poste esquerdo.

No segundo tempo a situação se inverteu e o Wolves foi ao ataque principalmente com chutes de fora da área, tendo conseguido sua melhor chance aos 55' em cabeçada de Edwards dentro da pequena área que saiu a esquerda do gol, logo após o Blackpool reagiu e acertou a trave aos 58' novamente em cruzamento de Orlandi, desta vez parou nos pés de Ranger que finalizou na trave direita.Após a bola na trave pelo Blackpool o jogo ficou bastante equilibrado com os dois times se alternando no ataque mas sem grandes chances criadas.

Bom empate para os Tangerines que seguraram uma equipe que atualmente está na zona dos play-offs, neste jogo a equipe apresentou melhoras defensivas e criou jogadas principalmente pelos flancos com Orlandi, ainda falta um maior capricho na hora de marcar o gol mas para uma equipe que não fez pré-temporada, contratou quase duas dezenas de jogadores com o campeonato em andamento e o técnico José Roga que quase foi demitido a poucos dias do jogo, mesmo que seu trabalho seja reconhecido pela torcida e apesar das condições de extrema adversidade e total instabilidade proporcionadas pela diretoria do clube.Aos Wolves resta lamentar como fez o Técnico Kenny Jackett em que o mesmo achou justo o resultado mas chamou a atenção do time em relação ao fato dos poucos gols marcados pela equipe na Championship, tem o pior ataque ao lado do Millwall entre os onze primeiros com apenas 6 gols, mas tem a melhor defesa do campeonato com apenas 2 gols sofridos, fato que vai segurando o time na terceira posição.


Fulham perde mais uma e o fundo do poço parece que ainda não chegou

Glenn Murray


No Madjeski Stadium, o Reading conseguiu o chamado "placar clássico" 3-0 no Fulham,  vencendo com tranquilidade alcançando assim sua segunda vitória consecutiva e ficando a um ponto da zona dos play-offs, já o Fulham parece que o inferno ainda vai continuar por mais tempo, mesmo antes de ter um jogador expulso já estava perdendo e jogando mal.

O primeiro tempo começou com os Royals fazendo valer o fator local e nos primeiros dez minutos jogou em cima da defesa do Fulham, mas a primeira chance do jogo foi do Fulham aos 13' em cobrança de falta , Matt Smith ajeitou de cabeça para o meio da área mas McCormack isolou.Como diz o ditado "quem não faz, leva" logo em seguida aos 15' em cruzamento de Obita, o estreante Murray cabeceou no cantinho direito abrindo o placar para os Royals, 1-0.Quando a fase não é boa, nada ajuda e logo aos 18' o atacante Matt Smith chegou atrasado e por cima em Akpan e foi expulso.No restante do primeiro tempo o Reading administrou o resultado e criou algumas chances principalmente através de Murray, mas sem tanto perigo ao gol do Fulham.

No segundo tempo o Reading voltou com ímpeto buscando matar o jogo o quanto antes, encurralando os Cottagers que nada conseguiam fazer a não ser se defender como fosse possível.Tamanho domínio e pressão deu resultado aos  54' novamente em cruzamento de Obita, Murray cabeceou dentro da pequena área no canto direito aumentando a vantagem dos Royals para 2-0.Depois do gol os Royals voltaram a administrar o resultado enquanto o Fulham pelo menos tentou alguns chutes de fora da área e cruzamentos na área mas sem muito perigo.Nos últimos quinze minutos de jogo com as entradas dos atacantes Blackman e Pogrebnyak deram novo ânimo ao Reading que passou a apertar o Fulham novamente, perdendo algumas boas chances com ambos, até que aos 85' Blackman da entrada da área em chute rasteiro e cruzado no canto direito eu números finais ao jogo, 3-0 para o Reading.

Após o desastre em Nottingham, o Reading reagiu e chega a sua segunda vitória consecutiva jogando bem e sendo preciso na hora de fazer os seus gols.O fato de jogar quase 60 minutos com um jogador a mais em campo ajudou, mas nos poucos minutos em que os dois times estavam com o mesmo número de atletas já era clara a diferença de qualidade e organização entre as duas equipes tanto que antes da expulsão os Royals já venciam e se as lesões pararem de incomodar o time tem tudo para no mínimo brigar pelo acesso.Quanto ao Fulham, o tempo vai passando e a situação não muda, time desorganizado e que não reage as adversidades da partida, a permanência na zona de rebaixamento vai se consolidando e a lanterna é uma realidade para um clube que era favorito ao acesso, muitas vezes a torcida é passional e reage de acordo com o que acontece em campo mas desta vez os cânticos em massa dos torcedores Cottagers, no fim do jogo e na viagem de volta a Londres, exigindo a demissão imediata do Técnico Félix Magath são plenamente justificáveis já que as portas da League One estão bem abertas ao clube.

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis