Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Jorge Lima 23/11/2014



Na Championship, quase nunca uma temporada é igual a outra. Não é sempre que você verá os mesmos times (que permeneceram na segundona) brigando por acesso ou contra o rebaixamento. E o grande exemplo disso é o Wigan. De semifinalista dos playoffs ao penúltimo lugar da Championship em 6 meses, os Latics conseguiram virar ao avesso nessa temporada. Um dos favoritos ao acesso após a ótima campanha em 2013/14, os Latics vem sofrendo e supreendendo (negativamente) a sua torcida com as atuações e resultados ruins. Tal situação custou o cargo de Uwe Rosler, o mesmo que foi responsável pelo crescimento do time na temporada passada. E nessa última semana, a turbulência se expandiu para fora das 4 linhas.

Tudo começou com a escolha do sucessor de Rosler. Malky Mackay, ex-Cardiff, foi o escolhido por Dave Whelan para comandar o time. A decisão gerou uma série de críticas por parte da torcida e jornalistas. Motivo? Mackay está sendo investigado pela FA por supostamente ter enviado mensagens de texto com teor racista, homofóbica, sexista e antisemita a Iain Moody, ex-diretor do Cardiff. A chegada de mackay fez com que a Premier Range, um dos patrocinadores do clube, já que não quer o seu nome envoldido nessa polêmica.

Pra completar a crise, foi a vez do presidente do Wigan, Dave Whelan, piorar de vez a situação. Tudo por causa de uma entrevista ao Guardian, onde ele defendeu a contratação de Mackay, afirmando que não viu nada de errado nas tais mensagens e entre outras coisas, disse que "os judeus correm atrás de dinheiro mais que qualquer outra pessoa". A frase foi considerada racista e anti-semita por várias pessoas. Jornalistas e até ex-jogadores do Wigan pediram a renúncia de Whelan da presidência do clube e a própria FA já até anunciou que investiga caso. De qualquer forma, Whelan já adimitiu que se for punido, renunciará ao cargo de presidente do Wigan. Se cumprirá ou não, é outra história.

Dizem que em alguns casos no futebol, a situação piora antes de melhorar. E talvez esse seja exatamente o caso do Wigan. O penúltimo lugar e as polêmicas dessa semana dão a impressão que já não tem mais como piorar. é hora do recomeço. Pra Mackay, que precisa provar que ainda é capaz de fazer um bom trabalho após um ano parado. E pro Wigan, que precisa provar que pode fazer muito mais do que tem feito em 2014/15.



Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis