Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 24/01/2015


O torcedor do Middlesbrough relembrou, pelo menos por um dia, os tempos áureos de grandes vitórias do time na Premier League, e logo contra o adversário que melhor representa esses tempos de alegria. Com grande atuação do goleiro reserva Tomás Mejias, o Boro segurou o ímpeto ofensivo do City no primeiro tempo, pra no segundo tempo aproveitar uma falha boba do volante Fernando pra fazer 0-1 com Bamford. O time se impôs depois disso, teve chances de ampliar pra bem mais com Tomlin, que matou o jogo com Kike Garcia aos 92'. Depois daquele 8-1 em 2008, o Boro volta a vencer de forma heroica os Citizens, dessa vez em pleno Etihad Stadium, e avança pras oitavas de final. É preciso respeitar a Championship!

Como já era esperado, o City foi com tudo pra cima no primeiro tempo, e aí apareceu a estrela do goleiro espanhol Tomás Mejias, reserva de Konstantopoulos, poupado. Logo aos 7', em boa trama na entrada da área, Navas chutou cruzado e o goleiro pegou com o pé. Aos 24'1, Kun Aguero recebeu na área, cortou a marcação e bateu forte, mas Mejias estava esperto pra mandar pra fora. Aos 30', o goleiro fez uma defesa espetacular num chutaço rasteiro de Milner daquelas de colocar no quadro. Aos 35', David Silva ajeitou o corpo e bateu, mas quem estava na bola? Mejias mandou pra outro escanteio. E adivinha? ele pegou outro chute aos 42', agora de Jovetic.

No segundo tempo, o Boro voltou com a mesma disposição defensiva, e pra jogar por uma bola. E, como sempre, quem não faz toma... aos 52', o volante Fernando tentou recuar pro goleiro Caballero, mas a bola foi fraca, o goleiro teve que dividir com Adomah, e aí foi a vez de Patrick Bamford decidir, acreditando na jogada até o fim, e colocando o pé na bola pra mandar a redonda pro gol após a tentativa de corte da zaga, 0-1. Delírio da torcida do Boro.


Depois disso, o Boro tomou o controle do jogo de um jeito invejável, e quase ampliou duas vezes com o excelente Lee Tomlin: na primeira, em mais um erro defensivo, numa saída de bola errada do goleiro, que defendeu o chute rasteiro na sequência. Aos 63', Tomlin teve a chance de deixar seu nome gravado no Etihad Stadium com um gol de placa, daqueles inesquecíveis: o meia recebeu lançamento, deu um drible de calcanhar espetacular em Kompany e tocou de três dedos pro gol, mas a bola caprichosamente bateu na trave.

O time conseguiu se segurar na defesa, mas quase tomou o empate aos 88', num chute de Lampard que bateu na trave de Mejias. E, aos 92', a festa vermelha ficou completa com o gol de Kike Garcia, em contra-ataque mortal, 0-2. O Boro volta a jogar bem contra um grande time da Premier League, já que deu muito trabalho pro Liverpool há poucos meses, pela Copa da Liga. O objetivo principal, no entanto, ainda é o acesso para a elite.


Outros dois times da Championship que brilharam hoje contra times da elite foram Blackburn e Bolton. Em Anfield, outro goleiro brilhou e fez de si um paredão intransponível. Adam Bogdan pegou tudo e mais um pouco, e o Bolton segurou o Liverpool com grande ajuda do goleiraço húngaro, inteiro após lesão que o deixou um bom tempo parado. Com pelo menos 5 defesas difíceis em chutes de Coutinho, Henderson, Sterling e Borini, o Bolton mostrou ótima solidez defensiva, segurou o 0-0 e vai definir a classificação no replay, em casa. Emile Heskey, voltando à Anfield para reencontrar o time onde jogou (bem) nos anos 2000, pouco fez e foi substituído sob aplausos no segundo tempo.


Os Rovers receberam o Swansea e contaram com a generosa ajuda do defensor Kyle Bartley, que foi expulso direto logo aos 6 minutos. Sigurdsson ainda fez 0-1 pros visitantes com um golaço em chute de fora da área, mas Chris Taylor aos 28', e Rudy Gestede (voltando ao time após não ser negociado) aos 78' viraram o jogo em Ewood Park. Em erro de Fabianski, Conway definiu a classificação do Blackburn, 3-1.

Outros quatro times entraram em campo: O Birmingham perdeu em casa pro West Brom por 2-1 e está eliminado. O Fulham foi até Sunderland e segurou o 0-0 contra os donos da casa, e vai decidir a vaga em outro replay, em casa. O Derby fez o dever e venceu o Chesterfield, da League One, por 2-0, com gols de Darren Bent e Will Hughes. E o Reading venceu o Cardiff em Gales por 2-1: Jones abriu o placar pros Bluebirds, mas Norwood e Robson-Kanu deram a classificação pros Royals, que colocam mais pressão sobre os ombros do técnico do Cardiff, Russell Slade.

Amanhã, o Bournemouth vai até Birmingham pegar o Aston Villa, e o Brighton tem confronto complicado contra o Arsenal, em casa. É hora da zebra passear de novo!

Melhores momentos de Man.City 0-2 Middlesbrough



Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis