Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Rafael Magiolino 17/03/2015


O Watford entrou em campo para enfrentar o Wigan precisando fazer sua parte e contar com a sorte para assumir a liderança da Championship. E foi isso o que aconteceu. Venceu no DW Stadium por 2x0, afundou o adversário ainda mais na desesperada briga contra o rebaixamento e com o empate do Bournemouth perante o Cardiff, passou a dividir a liderança com o Middlesbrough nesta reta final eletrizante do campeonato.

O Wigan precisava da vitória para diminuir sua diferença contra o primeiro time fora da zona da degola, enquanto o Watford precisava vencer para ao menos continuar na cola do líder. Porém, mesmo com o cenário favorável aos visitantes, enganou-se os que achavam que seria uma partida relativamente fácil.

O duelo marcou o retorno de Ben Watson ao Wigan, ele que foi o autor do gol solitário na final da F.A Cup de 2013, contra o Manchester City. Apesar de atuação discreta, ele atuou os 90 minutos pelos Hornets.

A primeira etapa terminou na igualdade sem gols, com poucas chances. Al Habsi defendeu bem as duas finalizações de Troy Deeney, enquanto Leon Clarke, do Wigan, anotou um gol irregular e Fortune teve a melhor oportunidade. Chutou de voleio após a bola sobrar no seu pé, mas fraco demais e a bola morreu nas mãos de Gomes.

Somente aos nove minutos do segundo tempo é que o Watford balançou as redes. Guedioura teve espaço demais na lateral do campo e conseguiu cruzar direto na cabeça de Deeney que cabeceou sem chances para Al Habsi.

O Wigan, por sua vez, não desistiu até o final. Apesar de ter chutado apenas uma vez em direção ao gol em um total de quinze vezes, a equipe se esforçava e trabalhava com suas armas disponíveis. O Watford acabou recuando demais e Sheyi Ojo — ponta emprestado pelo Liverpool — conseguiu finalizar com perigo na parte final do jogo, mas acabou desperdiçando.

Nos 45 minutos, após contra-ataque rápido, os Hornets tiveram um pênalti a seu favor e Deeney matou a partida, garantindo a liderança. O tiem lidera com 72 pontos, levando vantagem no saldo de gols contra o Middlesbrough — 33 a 32.

            Já o Wigan já está a seis meses sem vencer em casa e as chances de permanecer na Championship diminuem a cada rodada. É o 22o, com 34 pontos e a seis de escapar do descenso.


Millwall empata em casa contra o Brighton e o rebaixamento se aproxima.


O Millwall não sabe o que é vencer desde o dia 10 de fevereiro e pontuou pela primeira vez desde a metade do mês anterior. e demorou para executar uma troca no comando técnico, mesmo quando o cenário no qual se encontrava estava longe de ser positivo em ao menos um aspecto.

No decorrer do último mês teve oportunidades de somar pontos e, quem sabe, sonhar com a permanência na Championship, mas isso não deverá acontecer. Poderia ter vencido o Brighton em casa e mesmo assim precisar de mais sete pontos para realizar o impossível.

Apenas três chances de destaque ocorreram ao longo do jogo e duas a favor do Britghton. Joe Bennett cobrou falta muito bem com efeito e quase abriu o placar no primeiro tempo. Já na etapa final, Leon Best errou o cabeceio já nos minutos finais. A única oportunidade a favor do Millwall, quando Aiden O'Brien recebeu a bola após um contra-ataque veloz, mas falhou no momento do chute.

O técnico interino do Millwall, Neil Harris, se recusou a dar o braço a torcer e prometeu lutar até quando a matemática permitir.

"Você não pode aceitar o rebaixamento. Nós, como um clube, não podemos e eu certamente não permitirei que os jogadores façam isso. Obviamente estamos em uma posição difícil, mas temos jogos a ganhar, performances a executar, contratos de atletas a serem cumpridos e uma torcida que exige que continuemos lutando."

O Millwall é o 23o colocado com 32 pontos, enquanto o Brighton é o 19o com 42, mas praticamente livre de um eventual rebaixamento.

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis