Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 08/04/2015



Excelente texto especial de Jober Gooner, postado originalmente em seu site: www.futsian.wordpress.com 

Definitivamente, a temporada 2014-15 tem sido mais disputada do que nunca. Com seis jogos restantes, as oito melhores equipes estão separadas por apenas nove pontos.

Duas equipes subirão automaticamente e uma através dos play-offs. E os riscos não poderiam ser maiores.

A promoção valeu mais de £130 milhões para os clubes no ano passado e é provável que seja parecido na próxima temporada. Além disso, a real possibilidade de vivenciarem o grande contrato lucrativo da Premier League com a TV, valido a partir de 2016-17, é outra motivação.

Mick McCarthy, treinador do Ipswich, diz que o campeonato tem sido “maluco”.

Vale lembrar que McCarthy já levou Sunderland e Wolves à primeira divisão. Hoje, ele disputa com sete outros homens que ainda não conseguiram tal feito como treinadores.

Esta é a disputa mais equilibrada desde que a segunda divisão tornou-se conhecida como “Championship”, em 2004.

Nesta fase, em 2013-14, houve uma diferença de 28 pontos entre o primeiro e o oitavo colocado.

A única temporada próxima a esta, foi em 2007-08, quando a diferença era de apenas 10 pontos, enquanto a maior diferença foi de 33 pontos em 2005-06.

Há apenas algumas semanas atrás, estava ainda mais apertado, com as quatro primeiras equipes com 66 pontos após 36 jogos – e Norwich, na sequência, em quinto lugar, com 65 pontos.

Abaixo, breve resumo de fatos e perspectivas dos oito candidatos a promoção à Premier League em maio.


– BOURNEMOUTH

Nunca disputou a Premier League.
Capacidade do estádio: 12.081
Contratação mais cara de sua história: Callum Wilson (£3 milhões do Coventry City em 2014)
Treinador: Eddie Howe

Quando Eddie Howe deixou o Bournemouth para assumir o Burnley em 2011, ele talvez não percebeu que seu primeiro clube como jogador e treinador poderia dar-lhe grande sucesso. Ele voltou em outubro de 2012, após a dura experiência no Turf Moor, e depois de levar os Cherries para a Championship em 2013, ele está cumprindo o papel de um dos melhores jovens treinadores da Inglaterra.

Estatisticamente, tem obtido bons resultados contra os concorrentes diretos. O time vai enfrentar o Brighton na próxima rodada, fora de casa


WATFORD

Última vez na Premier League: 2006-07
Capacidade do estádio: 20.877
Contratação mais cara de sua história: Nathan Ellington (£3.25m do West Bromwich em 2007)
Treinador: Slaviša Jokanović

Mesmo após trocas anormais de treinadores durante a temporada, o Watford permanece na disputa pelo acesso.

Apelidado de “The Joker” por torcedores do Chelsea durante sua passagem como jogador em Stamford Bridge, Slaviša Jokanović trouxe estabilidade para um clube que viu três treinadores em meados de outubro.

O time conquistou 4 pontos nos jogos contra o Derby fora de casa e em casa contra o Middlesbrough, e agora vai a Londres pegar o desesperado Millwall.


– MIDDLESBROUGH

Última vez na Premier League: 2008-09
Capacidade do estádio: 34.988
Contratação mais cara de sua história: Afonso Alves (£12.8m do Heerenveen em 2008)
Treinador: Aitor Karanka

Ex-jogador do Real Madrid e também ex-assistente de José Mourinho, Aitor Karanka espera juntar-se ao seu mentor na primeira divisão. O treinador espanhol está à beira de ganhar sua grande oportunidade em um grande cenário.

Quatro derrotas em oito jogos pode não ser o fim do mundo, mas é terrível em comparação com o quão bem o Boro estava entre outubro e fevereiro.

A partida contra o Rotherham, dia 11 de abril, pode ser decisiva.


NORWICH CITY

Última vez na Premier League: 2013-14
Capacidade do estádio: 27.244
Contratação mais cara de sua história: Ricky van Wolfswinkel (£8,5 milhões do Sporting Lisboa em 2013)
Treinador: Alex Neil

Os Canaries desejam o retorno imediato à elite e ocupa uma boa posição na tabela, algo que parecia improvável até a chegada de Alex Neil em janeiro.

Conhecido pelos torcedores do Barnsley devido ao período de quatro anos como jogador por lá e por quem acompanha a Scottish Premier League, Alex Neil chegou após ter feito um bom trabalho no Hamilton da Escócia.

O treinador escocês, de apenas 33 anos, substituiu Neil Adams em janeiro.

Quatro dos seus seis jogos restantes são contra equipes atualmente na metade inferior da tabela.


– DERBY COUNTY

Última vez na Premier League: 2007-08
Capacidade do estádio: 33.010
Contratação mais cara de sua história: Rob Earnshaw (£3,25 milhões do Norwich City em 2007)
Treinador: Steve McClaren

Derby parecia imparável durante boa parte da temporada, mas as lesões recentes de jogadores importantes estão ameaçando arruinar seus objetivos.

No final de fevereiro, o Derby estava no topo da tabela, mas após seis jogos sem vencer fizeram os Rams caíram para quinto.

Depois do fracasso no comando da seleção inglesa, Steve McClaren encontrou abrigo no futebol europeu, conquistando o título holandês com o FC Twente em 2010. Ainda assim, voltou para a Inglaterra sendo zombado em 2013.

Em seu primeiro trabalho nos Rams, na última temporada, foram eliminados nos playoffs.

O jogo contra o Brentford tem caráter decisivo na próxima rodada.


– IPSWICH TOWN

Última vez na Premier League: 2001-02
Capacidade do estádio: 30.311
Contratação mais cara de sua história: Matteo Sereni (£4,8 milhões da Sampdoria em 2001)
Treinador: Mick McCarthy

Discretos e subestimados, os Tractor Boys tem sido bastante funcionais.

O experiente Mick McCarthy tenta a façanha de levar o clube de Portman Road de volta a primeira divisão inglesa.

A ótima fase do atacante Daryl Murphy tem sido consideravelmente benéfica ao clube.


– BRENTFORD

Última vez na Premier League: 1946-1947
Capacidade do estádio: 12.763
Contratação mais cara de sua história: Jota Peleteiro (£1,5 milhões do Celta de Vigo em 2014)
Treinador: Mark Warburton

Recém-chegado à Championship, o Brentford é uma das equipes mais corajosas da temporada, especialmente com a posse de bola.

Se forem promovidos à primeira divisão, continuarão sem o atual treinador.

Mark Warburton decidiu que vai deixar o cargo no verão depois de uma diferença de opinião com a diretoria sobre como o clube deve seguir em frente.

Dos atuais oito primeiros colocados, só não jogou ainda contra o Derby.


– WOLVERHAMPTON

Última vez na Premier League: 2011-12
Capacidade do estádio: 30852
Contratação mais cara de sua história: Kevin Doyle (£6,5 milhões do Reading em 2009) e Steven Fletcher (£6,5 milhões do Burnley em 2010)
Treinador: Kenny Jackett

Wolves estava uma bagunça quando Kenny Jackett assumiu o comando em junho de 2013, mas eles conquistaram o título da League One na temporada passada e continuaram jogando bem desde então.

Em busca de uma segunda promoção consecutiva, o momento é de ascensão.

Wolves não perdeu nos seus últimos oito jogos e parecem ser uma ameaça real. Porém, têm uma tabela complicada nas últimas rodadas com jogos contra Nottingham Forest, Middlesbrough e Ipswich.

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis