Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Rafael Magiolino 27/04/2015


Foi preciso uma espera de 116 anos, mas ela finalmente chegou ao final. O pequeno time da cidade localizada a 170km de distância de Londres surpreendeu a todos na temporada e conquistou, na tarde de hoje, o acesso direto à Premier League. Eddie Howe conseguiu implementar suas ideias táticas em um elenco limitado e com poucas alternativas, resultando em uma grande campanha realizada ao longo da temporada. Com o resultado, o time chegará na última rodada da Championship com chances de erguer a taça, o que coroaria ainda mais o valente time do Bournemouth.

A equipe entrou no gramado de Dean Court sabendo que dependia apenas das próprias forças para se garantir na primeira divisão sem necessitar dos play-offs. O adversário era o fraco Bolton, 18o colocado no campeonato e sem ambição alguma para as últimas partidas.
Ou seja, desde o início do jogo tudo estava a favor do Bournemouth. Se lançou ao ataque logo de imediato, sem dar grandes oportunidades ao oponente, dominando o confronto do início ao fim.

Porém, o primeiro gol tardou a sair. Pugh, um dos grandes nomes do time, recebeu a bola na lateral da área. Dominou-a e cortou para dentro, finalizando alto e forte com frieza. Aos 34 foi a vez de Ritchie anotar um golaço. O Bournemouth realizou uma série de troca de passes com qualidade digna dos times de elite mundial, com um lançamento caindo nos pés do ponta para finalizar com estilo.

Eddie Howe, com seus 37 anos, tem grande parcela no sucesso do Bournemouth (Foto: Independent)

O segundo tempo serviu apenas como contagem regressiva para a festa se iniciar. O zagueiro Dervite, do Bolton, derrubou Wilson na cara do goleiro, cometendo pênalti e sendo expulso diretamente, apesar de já ter recebido um cartão amarelo. Kermorgant, entretanto, isolou, deixando o jogo ainda em aberto, apesar da superioridade numérica nos 20 minutos restantes.

Aos 33 minutos Wilson deu números finais com mais um belo gol do time da casa. Em jogada rápida iniciada no meio-campo, Wilson recebeu o passe dentro da área, dominou girando e bateu com estilo, tirando completamente do goleiro Bogdan.

Os instantes finais foram de pura festa e expectativa nas arquibancadas e, ao soar do apito final, uma cena que estamos ficando cada vez mais habituados a ver: a torcida invadiu o gramado para festejar com os jogadores. A emoção tomou conta, dando lugar a lágrimas de vários deles.

Com o acesso à Premier League, o Bournemouth receberá um valor estimado de 100 milhões de libras. Um grande contraste se comparando com 2008, quando o time esteve a menos de 24 horas de fechar as portas declarando falência. Situação que se repetiria mais duas vezes ao longo do ano seguinte.

Em 2009 o time terminaria a quarta divisão em 21o após ter iniciado a temporada com 17 pontos negativos, se salvando nas rodadas finais. Em 2010 o time conquistou o acesso à terceira divisão e, em 2011, à segunda. O grande responsável por isso foi Eddie Howe, que acabou saindo do clube após esses anos para dirigir o Burnley.

Regressou ao time na temporada 2012-13, para mais uma vez retirá-los da terceira divisão. Na última temporada terminaram em décimo e, desta vez, o tão sonhado e intangível acesso finalmente chegou.

Pelas palavras do próprio dono, Maxim Demin, o Bournemouth deverá ser o menor cluba da história da Premier League, mas isso não importa. O sonho foi conquistado e agora a equipe pertence à elite do futebol inglês.

Parabéns Bournemouth!


Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis