Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 02/05/2015


O Derby vem protagonizando vexames em casa nos últimos anos, mas guardou o pior e mais traumático pra hoje. Os Rams receberam o Reading precisando de apenas um empate para se garantir nos playoffs, o que já era pouco pra um time que 40 dias atrás era líder. Mas a torcida que lotou o IPro Stadium viu um time lamentavelmente sem inspiração, que fez um jogo horroroso, e também viu o Reading fazer um... dois... TRÊS gols e vencer por 0-3, causando uma revolta daquelas nos já sofridos fãs do Derby. O time está FORA dos playoffs, termina numa vexatória 8ª posição, e esse pode ser o início de (mais uma) grande reformulação no clube, começando pela provável saída de Steve McClaren do comando técnico da equipe.

As coisas já começaram errado na escalação: McClaren lançou Warnock como volante, pra tentar tapar os buracos deixados por Bryson, Thorne, Eustace e Mascarell, todos machucados. Mas em pouco tempo ficou claro que foi um erro grave. Antes da bola rolar, houve um minuto de aplausos, para celebrar a vida do ex-apresentador da BBC Radio Derby, Colin Bloomfield, uma voz familiar e muito conhecidos dos torcedores dos Rams, que no mês passado morreu aos 33 anos após uma batalha contra o câncer. A calorosa homenagem ajudou a criar uma atmosfera pré-jogo maravilhosa no estádio, mas a feição de humor rapidamente mudou para uma de descrença e silêncio. 


Mesmo desinteressado, e vindo de 9 jogos sem vencer, o Reading entrou sem compromisso e, se aproveitado da bagunça que era o Derby em campo, dominou o jogo com muita facilidade. Tanto que logo aos 2 minutos de jogo, Appiah aproveitou erro de Hughes em passe pra trás, entrou na área, driblou fácil o horroroso zagueiro Keogh e bateu na saída do goleiro, 0-1. Já aí a torcida demonstrava sinais de medo do que estava por vir. O Derby tentou e obrigou boas defesas de Federici em chutes de Ince e Bent, mas a desorganização e o exagero de chutões fez com que o técnico reconhecesse o erro e tirasse Warnock, dando lugar a Lingard. Mas pouco mudou no time.

Mas a chance de ir aos playoffs caiu do céu aos 45 minutos: Russell invadiu a área e foi tolamente derrubado por Obita, pênalti. Mas a chance que caiu do céu parou nas mãos de Federici, que fez uma defesaça pra pegar o pênalti, fazendo com que o primeiro tempo terminasse sob vaias. Mal sabia a torcida que as coisas iriam ficar MUITO pior. Chris Martin entrou no segundo tempo mas, com um time sem meio-campo, mal pegou na bola. Os Royals tiveram, de longe, as melhores chances após o intervalo, e o jovem Tarique Fosu obrigou o goleiro Grant a fazer uma defesa difícil. Bem melhor em campo, o Reading fez 2-0 com o zagueiro Hector, após bate rebate em cobrança de escanteio. A torcida aí já começava a ir embora. E o êxodo completo da furiosa torcida se deu aos 85', com o gol de pênalti de Garath McCleary (ex-Forest), 0-3. E a vaga nos playoffs, e a temporada, voaram pela janela.

Ipswich perde, mas vai aos playoffs fazer o clássico contra o Norwich!


Foi com derrota, mas o Ipswich se garantiu nos playoffs. O time foi até Ewood Park sabendo que teria uma pedreira, até saiu na frente, mas foi derrotado pelo Blackburn por 3-2. A derrota faz com que o Ipswich termine em 6º lugar, e os Tractor Boys farão nada menos que o grande East Anglian Derby contra o Norwich, valendo uma vaga na final dos playoffs, em Wembley! Haja coração!

O Ipswich saiu na frente muito rápido, como sempre pelos pés do artilheiro mor da competição: Murphy tabelou com Sears e tocou na saída do goleiro, 0-1. Aos 36', porém, Conway cobrou falta, Smith não cortou e Jordan Rhodes, pra variar, não perdoou, 1-1. Aos 42', Spurr lançou Gestede, que girou e rolou para Conway chutar e virar o jogo, 2-1. Aos 58', foi a vez de Gestede aproveitar bola rebatida na área pra fazer seu 20º gol na Championship, 3-2. Aliás, 21 gols de Rhodes e 20 de Gestede. 41 dos 68 gols do Blackburn. Melhor dupla de ataque da Championship? É de se pensar. 

Murphy, de pênalti, ainda diminuiu aos 82', pra fazer seu 27º gol na Championship, mas era tarde pra tentar algo melhor. Porém, a esperada vaga na pós-temporada após 10 anos veio. Mas agora é clássico! Se o Ipswich ainda está vivo, o Blackburn entra de férias, mas com ótimas expectativas para a próxima temporada: se o clube conseguir manter Gestede e Rhodes, e com um bom planejamento, pode entrar muito forte na briga pelo acesso.




Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis