Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Jorge Lima 08/08/2015



A temporada é nova, mas velhos hábitos da Championship ainda persistem (felizmente), como aqueles jogos malucos onde um time consegue reagir nos acréscimos e evitar uma derrota que parecia mais do que certa. E assim foi a estréia de Brentford e Ipswich hoje no Griffin Park. O Ipswich chegou a abrir 2-0 e caminhava pra vitória. Mas com um gol aos 46 e outro aos 50 da etapa final, os Bees reagiram e saíram de campo com um 2-2 com cara de vitória.

O Brentford não conseguiu impor o futebol envolvente da temporada passada, muito pelas mudanças, tanto na perda de algumas as principais peças do time, há também a nova filosofia do novo técnico, Marinus Dijkhuizen, que surpreendentemente, preferiu começar com o artilheiro Andre Gray no banco. Taticamente, o início dos Bees foi exemplar, pressionando a marcação e dificultando as ações do Ipswich no seu próprio campo. Mas no quesito chances a gol, quem começou melhor foi o Ipswich. O jovem Freddie Sears teve a chance de abrir o placar após vacilo de Dean, mas o chute do atacante passou raspando a trave de Bialkowski.

O Brentford parecia bem organizado, mas falhava em achar espaços na defesa do Ipswich. Quando achou, acabou parando em Bialkowski, que fez grande defesa em chute de Jota. Sears apareceu bem de novo minutos depois, mas dessa vez, foi a vez do goleiro Button aparecer, fazendo boa defesa. O jogo caminhava pro intervalo, mas foi aí que o Ipswich se deu bem e abriu o placar. Fraser chutou com violência na trave, Emmanuel tocou pra Kevin Bru, que mandou pra rede com um belo voleio.

O segundo tempo começou e com apenas cinco minutos, o Ipswich já tratou de ampliar. A defesa falhou, Sears avançou livre passou por Button e rolou pra Fraser tocar pro gol vazio.

O Brentford tentou reagir de imediato, com Jota chegando atrasado e quase diminuindo após cruzamento de McCornack. o tempo ia passando e organização mostrada pelo Brentford no primeiro tempo foi acabando. Muitos passes errados e bolas perdidas de bobeira fizeram o Ipswich retomar o controle.

Dijkhuizen finalmente lançou Andre Gray no jogo e, embora o time tenha melhorado, parecia pouco pra mudar o panorama da partida. Isso até os 46 minutos, quando o atacante fugiu da 'linha burra' da defesa do Ipswich e descontou pro time da casa. E aos 50 minutos, quando os acréscimos já estouravam o limite, coube a James Tarkowski salvar os Bees, empurrando pra rede após confusão na área.



Estreantes marcam e Hull estréia com vitória sobre o Huddersfield 


De volta à Championship após dois anos no 'páraíso' da Premier League, o Hull começou com o pé direito. Com gols das novas contratações Sam Clucas e Chuba Akpom, os Tigers derrotaram o Huddersfield por 2-0 e conquistaram os primeiros três pontos na competição.

Apesar da vitória, o Hull teve dificuldades para lidar com os visitantes, que mostraram bastante aplicação tática e dificultando as ações, porém sem levar grande perigo ao gol. O jogo se manteve equilibrado aé os 39 minutos, quando após um erro de Hogg, Clucas chutou, Smithies salvou, mas o winger aproveitou o rebote e marcou o seu primeiro com a camisa dos Tigers.

Essa foi a quinta vitória do Hull em seis jogos contra o Huddersfield e o primeiro gol em jogos de liga em 344 minutos. Bom resultado pra Steve Bruce, que ainda tenta convencer a diretoria de que é a pessoa certa para o trabalho.

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis