Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 17/07/2017


Nome: Aston Villa Football Club
Apelido: The Villans
Estádio: Villa Park
Presidente: Tony Xia
Técnico: Steve Bruce
Última temporada: 13º (Championship)

CHEGAM: 
  • John Terry (Chelsea, free)
  • Jordan Veretout (voltando de empréstimo)
  • Carles Gil (voltando de empréstimo)
  • Aly Cissokho (voltando de empréstimo)
  • Sam Johnstone (Man United, empréstimo)
SAEM:
  • Carlos Sánchez (Fiorentina, £2,2 milhões)
  • Bradley Watkins (Slough Town, free)
  • Libor Kozák (dispensado)
Tudo que o torcedor do Aston Villa quer é que a temporada 2017/2018 comece logo, pra tentar esquecer o tremendo pesadelo que foi a primeira passagem do clube pela Championship em 28 anos. Um dos grandes favoritos ao acesso pelo combo camisa-investimento-elenco, os Villans deram vexame, brigando contra o rebaixamento em boa parte do campeonato. As coisas só começaram a se "acertar" com a chegada do experiente Steve Bruce pra comandar uma equipe até então perdida devido ao péssimo trabalho de Roberto Di Matteo. Algumas boas contratações deram um novo ânimo a equipe, que ainda conseguiu terminar em 13º.

O pensamento de que o time melhorou com os contratados no meio da janela passada, aliado a experiência de um técnico que conseguiu o acesso à Premier League QUATRO vezes, é o que leva o clube e a torcida a acreditarem que o Villa pode voltar ao lugar de onde nunca deveria ter saído. O "novo" dono do clube, Tony Xia, prometeu mundos e fundos, e precisou abrir o bolso quando a coisa apertou, mas nessa janela a atuação do Villa ainda é bem tímida.


Tímida mas impactante logo de cara. Ídolo do Chelsea e um dos melhores zagueiros da história da Premier League, John Terry chega para um novo desafio na carreira, querendo provar que ainda pode jogar em alto nível. O goleiro Johnstone permanece emprestado pelo Man. United, e jogadores como Gil, Veretout e Cissokho voltam de empréstimos, sem saber se serão utilizados, mas buscando espaço novamente. O destaque do time fica por conta do meia Conor Hourihane, que chegou com bastante personalidade e logo virou peça chave do time de Steve Bruce. Além dele, a esperança de gols é depositada em Jonathan Kodjia, bom atacante marfinense que é sempre garantia de gols.

Provável time para a temporada (4-3-3): Johnstone; Hutton, Terry, Chester, Taylor; Jedinak, Hourihane, Lansbury; Kodjia, Grealish, Hogan.

Previsão Championship Brasil: Briga por playoffs






Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis