Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 20/07/2018

Nome: Middlesbrough Football Club
Apelido: Boro
Estádio: Riverside Stadium
Presidente: Steve Gibson
Técnico: Tony Pulis
Última temporada: 5º (Championship)

ENTRAM: 
  • Aden Flint (Bristol City, £8 milhões)
  • Paddy McNair (Sunderland, £5.70 milhões)
  • Julien de Sart (Zulte Waregem, fim do empréstimo)
  • Martin Braithwaite (Bordeaux, fim do empréstimo)
SAEM: 
  • Antonio Barragán (Betis, £1 milhão)
  • Tomás Mejías (Omonia Nicosia, Free)
  • Martin Cranie (dispensado)
  • Patrick Bamford (Leeds, £7.90 milhões); 
A última temporada do Boro foi, no mínimo, estranha. Um dos fortes candidatos ao acesso na análise da maioria dos analistas (oi!), o time foi apenas razoável no primeiro turno, mas nada que justificasse a estranhíssima demissão de Garry Monk em Dezembro, horas depois de uma vitória em cima do Sheffield United. Boatos de um desentendimento com o dono Steve Gibson pipocaram, e o fato era de que o clube estava muito longe do título almejado. O experiente Tony Pulis chegou com um estilo totalmente diferente, e conseguiu levar o Boro aos playoffs, mas dois jogos horríveis contra o Aston Villa decretaram que o Middlesbrough jogue mais um ano a Championship.

Tony Pulis continua no comando e com moral com a direção, e o fato de ter em mãos um dos melhores elencos da Championship mantém o Boro como forte candidato ao acesso. Mas a solidez defensiva será suficiente numa liga onde o número gols são cada vez mais importantes? Tony Pulis tem, sabidamente, dificuldade em montar times ofensivos, e a atuação no mercado até agora mostra que a intenção é primeiro não tomar gols pra depois pensar em fazê-los.


Aden Flint, zagueiro pretendido até por clubes da Premier League, chega após excelente temporada no Bristol City, onde além de bom posicionamento e antecipações, fez muitos gols no ataque. Quem também chega é o meia Paddy McNair vindo do rebaixado Sunderland, contratação cara que fez algumas orelhas levantarem lá no norte da Inglaterra. Flint se junta a Daniel Ayala e Ben Gibson pra formar a defesa mais forte que já se viu na Championship em muitos anos (embora o último ainda possa ser negociado).

Pro ataque, Martin Braithwaite volta de empréstimo pra tentar justificar o alto investimento feito quando contratado. Com nomes como Adama Traore, Stewart Downing, Patrick Bamford e Britt Assombalonga, o Boro não precisa mesmo contratar demais, e sim fazer os que lá já estão renderem frutos. A experiência em todos os setores do campo pode fazer diferença em relação a outros candidatos, como Derby e Swansea.

Provável time para a temporada (4-3-3): Randolph; Shotton, Flint, Gibson (Ayala), Friend; McNair, Howson, Clayton; Traore, Downing, Assombalonga.

Previsão Championship Brasil: Briga pelo título

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis