Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 26/07/2018


Nome: Sheffield United Football Club
Apelido: The Blades
Estádio: Bramall Lane
Presidente: Kevin McCabe e Abdullah bin Musa'ad
Técnico: Chris Wilder
Última temporada: 10º (Championship)

CHEGAM:
  • Dean Henderson (Man United, empréstimo)
  • John Egan (Brentford, valor não revelado)
  • David McGoldrick (Ipswich, Free)
  • Ben Woodburn (Liverpool, empréstimo); 
SAEM: 
  • David Brooks (Bournemouth, £11.30 milhões)
  • Clayton Donaldson (Bolton, Free)
  • Chris Hussey (Cheltenham Town, Free)
  • Louis Reed (Peterborough, valor não revelado)
  • James Hanson (AFC Wimbledon, valor não revelado)
  • Ben Heneghan (Blackpool, empréstimo)
  • Samir Carruthers (Oxford United, empréstimo)
  • Nathan Thomas (Notts County, empréstimo)
  • George Long (Hull City, valor não revelado)
O Sheffield United fez um belíssimo papel em sua volta a Championship após alguns anos na League One. Confirmando as boas expectativas, os Blades lutaram na parte de cima da tabela durante boa parte do primeiro turno, contando com o faro de gols do artilheiro Leon Clarke. Depois, o time caiu de rendimento (compreensivelmente), e terminou num 10º lugar que foi visto com bons olhos - e a vitória por 2-4 na casa do grande rival Wednesday ajudou bastante nisso. E já que logo na volta o time ficou perto dos playoffs, porque não ir mais longe nessa?

A continuidade do bom trabalho é no que aposta a direção. Chris Wilder segue como treinador, com mais moral do que nunca, e vem usando o mercado de forma ainda tímida porém interessante: Dean Henderson chega pro gol, emprestado pelo Man United; John Egan vem do Brentford por um bom investimento pra resolver os problemas da zaga; e o experiente atacante David McGoldrick chega após muitos anos e muitos gols no Ipswich, prometendo formar uma trio de respeito com Leon Clarke e Billy Sharp.


A maior perda fica por conta do meia-atacante David Brooks, que foi ao Bournemouth rendendo bons £11 milhões de libras aos cofres. Chris Wilder deve manter o interessantíssimo esquema de 3-5-2, que precisará ser mais bem balanceado, no que a chegada de McGoldrick deve ajudar muito. O United ainda deve ir ao mercado, e outro meia habilidoso e inteligente seria de suma importância pro objetivo do clube, que é ir aos playoffs. A volta do excelente ala direito Kieron Freeman, com uma grave lesão no joelho, ainda é esperada, mas deve demorar um pouco mais.

Provável time para a temporada (3-5-2): Henderson; Basham, Egan, O'Connell; Baldock, Lundstram, Fleck, Evans, Stevens; Woodburn, Clarke.

Previsão Championship Brasil: Briga por playoffs

Camisas da Championship à venda no Brasil? Siga o Stork Shop no Instagram!

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis