Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Classificação

Artilharia

Postado por : Jorge Lima 20/02/2011


Mostrando sua soberania jogando em casa, o Nottingham Forest venceu o Cardiff City por 2-1 e deu passo muito impoortante em sua perseguição ao líder, QPR. Os Robins agora ocupam o segundo lugar com 56 pontos, 5 a menos que o QPR, mas com um jogo a menos.

O Forest começou muito bem jogo. Logo aos 5 minutos, Earnshaw abriu o placar, mas impedido, o gol acabou sendo anulado. O susto acordou o Cardiff, que teve uma boa chance de abrir o placar. McNaughton fez boa jogada pela esquerda e tocou para Bellamy. Mas o chute do Galês foi parado por uma boa defesa do goleiro Lee Camp.

O Cardiff seguia pressionando e criando as melhores chances. Após um linha de impedimento fracassada da defesa do Forest, Bothroyd fez um pelo passe para Chris Burke, que só não fez o gol graças a mais uma intervenção de Lee Camp. Alguns minutos depois, foi a vez de Whittingham arriscar, mas seu chute, com muito efeito, acabou sapindo à direita do gol. E as inúmeras chances desperdiçadas pelos Bluebirds acabaram custando caro.

Após cobrança de escanteio, a bola chegou aos pés de McGugan, que executou um bom passe para Morgan, que abriu o placar para o time da casa. O gol animou o Forest, que 5 minutos depois, teve uma grande chance para ampliar o placar. McGugan recebeu de Paul Anderson e arriscou de longe, mas seu chute acabou explodindo no travessão. Nesse momento o Forest era a força dominante no jogo.

Dave Jones fez algumas alterações e isso fez com que o Cardiff jogasse melhor, principalmente nos primeiros 15 minutos do 2º tempo. as entradas de Emmanuel-Thomas e Stephen McPhail surtiram efeito. e os Bluebirds voltaram a pressionar. Olofinjana teve uma grande chance para empatar, mas mais uma vez, Lee Camp apareceu para fazer uma grande defesa. Mas o Cardiff acabou empatando o jogo alguns minutos depois, graças a um penalti mal marcado.

McKenna derrubou Olofinjana na área, após um carrinho na bola. Whittingham converteu o penalti e empatava o jogo para o Cardiff. E os visitantes tiveram a chance de virar pouco tempo depois, com Emmanuel-Thomas. Mas pra variar, Lee Camp apareceu de novo para evitar o gol. Forest tantava equilibrar o jogo, mas tinha muitas dificuldades em chegar ao gol dos Galeses. A primeira boa chance dos Robins no segundo tempo saiu dos pés de Morgan, mas seu chute não saiu muito bem e Heaton não teve dificuldades em fazer a defesa.

Mas mesmo sem criar muitas chances, o Forest acabou chegando ao desempate 3 minutos depois. Paul Anderson achou Earnshaw na área e o atacante finalizou no canto direito de Heaton para marcar o gol da vitória.

A derrota significou o fim da invencibilidade de 7 jogos do Cardiff, que apesar de estar bem posicionado, não vem conseguindo realizar boas atuações nos últimos jogos. Mas o principal problema tem sido o poder de decisão (ou a falta dele) São sempre muitas chances criadas, mas pouquíssimas são convertidas em gol. Melhorar é preciso.


Hull empata nos minutos finais e mantém invencibilidade


Mesmo dominando o primeiro tempo, Ipswich não foi capaz de vencer o Hull City, ao apenas empatar por 1-1.

Os Tractor Boys fizeram o bastante para vencer nos primeiros 45 minutos, mas com muitas falhas nas finalizações, o time não conseguiu furar o bloqueio dos Tigers. O time da casa menteve a pressão nos primeiros minutos do 2º tempo e conseguiu abrir o placar com Jason Scotland. O Ipswich acabou cansando nos 15 minutos finais e isso permitiu ao Hull crescer um pouco no jogo, embora não ameaçasse tanto. Mas em uma de suas investidas ao ataque, aos 40 minutos, o time conseguiu empatar o jogo com Jay Simpson.

Com o resultado, o Hull amplia para 8 jogos a sua invencibilidade, ocupando agora o 10º lugar. Já o Ipswich, mantém o 13º lugar.

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis