Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 04/02/2011


Em jogo tenso no Madejski Stadium, o líder Queens Park Rangers venceu mais uma fora de casa está cada vez mais perto do acesso. A heróica vitória de 1-0 veio com um gol salvador de Routledge, quando os Hoops tinham um jogador a menos.

O jogo começou e logo o QPR impôs seu ritmo de jogo, tocando bem a bola e partindo pro ataque  com boas investidas de Taarabt e Faurlín. Em um desses lances, Rob Hulse recebeu cruzamento na área e cabeceou bem, mas a bola foi para fora. O Reading tentava os ataque com Jimmy Kebe e Shane Long, mas travava na falta de criatividade de seu meio campo. O jogo foi num ritmo "lá e cá" até os 30 minutos, quando começou a esquentar.

Primeiro, o Reading teve dois perigosos ataque: no primeiro, Tabb chutou para grande defesa de Kenny, e no segundo Long cabeceou, depois de bate rebate na área, com muito perigo. No prosseguimento do lance, o QPR puxou contra-ataque com Taarabt, que rolou para Eprahim. Porém, o jogador adiantou demais a bola e deu um carrinho criminoso em Kebe tentando recuperá-la, e foi muito bem expulso diretamente. Problemas para o QPR.

O jogo seguiu tenso depois disso. Neil Warnock esbravejava contra o árbitro, e o Rangers ficou nervoso em campo, cometendo muitas faltas violentas. Numa dessas, Taarabt extravasou a raiva chutando a bola longe, e Griffin o encarou, tendo que ser separados pelo árbitro. Depois, Routledge "levantou" Ingimarsson com falta dura e levou amarelo. O árbitro teve sérias dificuldades para evitar que o jogo descambasse para a violência. No meio dessa confusão, Shane Long recebeu livre na área, driblou Kenny mas bateu na rede... pelo lado de fora. O primeiro tempo terminou com os ânimos exaltados e num 0-0.

O 2º tempo começou sem alterações nas equipes, e totalmente diferente do 1º tempo, fraco e sonolento. Os técnicos tentaram alterar as equipes para mudar o jogo, e acabou dando certo... para os visitantes. Warnock sacou Hulse (muito mal no jogo) e colocou Miller, que deu novo ânimo e boa movimentação ao ataque.

O jogo tinha tudo para terminar num 0-0, e somente um lance isolado faria isso mudar. E ele aconteceu aos 82 minutos: Faurlín furou a defesa do Reading com um lindo lançamento para Routledge, que tocou na saída do goleiro Federici. 1-0.

O Reading sentiu demais o gol e não conseguiu pressionar pelo empate. Fim de uma vitória sensacional do Queens Park Rangers, que segue isolado na liderança, agora com 59 pontos, e o acesso parece questão de tempo. Já o Reading vê as chances de brigar pelos Play-offs cada vez mais complicadas. Os Royals ficam com 42 pontos, e podem cair para a 12ª posição dependendo dos resultados dos jogos de amanhã

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis