Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Classificação

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 12/02/2011



É normal no futebol alguns jogos serem decididos nos últimos minutos, as torcidas esperam até o juiz apitar para ter certeza do resultado. Mas em nenhum campeonato do mundo um time faz tantos gols e decide tantos jogos nos acréscimos quanto o Norwich City. Hoje de novo a torcida dos Canaries esperou até os 49 minutos do 2º tempo para soltar o grito da vitória. O nome do salvador? Grant Holt


O jogo em Carrow Road começou com o Norwich pressionando, e obrigando o goleiro australiano Federici (que completou hoje 100 jogos pelos Royals) a fazer uma grande defesa, indo buscar a bola nos pés de Chris Martin que tentava driblá-lo. Porém, aos 16 minutos não teve jeito. Hoolahan descolou um belo passe para Lansbury, que deslocou Federici para fazer 1-0. Logo depois, Holt quase fez o 2º, batendo por cima da meta com perigo. Porém, no lance seguinte, Kebe puxou contra-ataque e descolou lindo passe para Shane Long, que fez o que é sua especialidade... fuzilou o goleiro Ruddy para empatar a partida.


O jogo ficou num ritmo lá e cá até os 65 minutos, quando Jem Karacan foi expulso por dar uma cotovelada em David Fox, deixando o Reading com um jogador a menos. O Norwich se aproveitou e começou a pressionar, mas barrava no "caminhão estacionado" a frente da defesa do Reading.


O jogo chegou nos 90 minutos e nada demais parecia que poderia acontecer, e a torcida do Norwich começou a deixar o estádio, certo? Asbolutamente errado. A torcida do Norwich aprendeu nesta temporada a levra a sério o ditado de que o jogo só acaba quando termina. E foi o que aconteceu. Surman soltou uma bomba da entrada da área, a bola explodiu no travessão e voltou limpa para Grant Holt fuzilar Federici e dar a vitória ao Norwich, explodindo em festa o Carrow Road e provando que os Canaries são o time mais imprevisível do campeonato. 


O Norwich permanece na 3ª posição com 54 pontos, mas pode cair para 4º se o Nottingham Forest vencer o QPR amanhã. Mas o trabalho de Paul Lambert a frente do Norwich e louvável, pois vale lembrar que o time é um dos recém-chegados da League One, e já estão brigando pelo acesso direto. Já o Reading vê suas chances de acesso cada vez mais difíceis e remotas. Os Royals tiveram 3 jogos contra adversários diretos para definir seu futuro (Cardiff, QPR e Norwich) e ganhou apenas 1 ponto em 9 disponíveis. O time está apenas na 12ª posição com 42 pontos, e mesmo com um jogo a menos tem chances remotas, pois vê adversários como Leicester e Burnley jogando melhor e já a frente na tabela

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis