Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Classificação

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 13/02/2011


No jogo mais aguardado e importante da Championship até aqui, Queens Park Rangers e Nottingham Forest fizeram um jogo agitado em Loftus Road, que terminou no 1-1. O resultado acabou sendo melhor para os Reds, pois estavam com um jogador a menos desde os 20 do 1º tempo.

Os 17.000 torcedores que foram até Loftus Road fizeram um estardalhaço antes do jogo, tanto a torcida do QPR quanto a barulhenta torcida do Forest. O narrador da Sky Sports classificou como noise from hell (ruídos dos infernos) o barulho no estádio. O jogo começou com o Nottingham Forest pressionando, e os Reds tiveram um chute de McGugan que bateu na trave com apenas 15 segundos de jogo, embora já tivesse sido marcado o impedimento. O Forest continuou na pressão com escanteios até os 10 minutos, quando o QPR melhorou e começou a ameaçar, deixando o Forest desorganizado em campo. Num dos lances de pressão, Smith roubou a bola,disparou pela direita e soltou uma bomba no cantinho do goleiro Lee Camp para abrir o placar aos 16 minutos, 1-0.

Pouco depois do gol, as coisas pareciam ficar ainda mais fáceis para o QPR quando Majewski foi expulso por carrinho violento em cima de Taarabt. Mas foi só o que pareceu. Logo depois da expulsão, o Forest arranjou uma falta: McGugan cobrou, McGoldrick desviou e a bola morreu no canto de Padd Kenny, 1-1. Explosão da torcida do Forest no gol oposto. O time não parecia ter sentido o jogador expulso, e continuou pressionando forte, quase virando o placar num chute de McGugan que passou rente a trave.

No 2º tempo o QPR veio com uma alteração ofensiva para tentar aproveitar o homem a mais em campo. Warnock sacou Smith e colocou mais um centro-avante em campo, Ishmael Miller. Até que funcionou, pois o jogador fez muito mais em campo do que o nulo (de novo) Rob Hulse. Porém os Hoops sofriam com a partida apagada de Routledge e Taarabt, que sempre eram bloqueados pela boa dupla de defesa do Forest, Gunter e Chambers. Faurlín veio de trás para ajudar, mas seu chute passou raspando a trave. Pouco depois, Routledge foi derrubado por Luke Chambers na área em lance duvidoso, mas o árbitro Mark Clattenburg mandou seguir, para desespero de Neil Warnock no banco do QPR. No lance mais impressionante do 2º tempo, Taarabt cobrou escanteio, Orr cabeceou firme e Gunter salvou debaixo do gol de cabeça. O jogo terminou no 1-1.

Com o resultado, o QPR sobe para 60 pontos, mas pode ver o próprio Nottingham chegar a 59 e o Cardiff, a 57, se os times vencerem os jogos atrasados que ainda têm. Já o Forest fica na 4ª posição com 53 pntos, e começa a definir seu futuro fora de casa na próxima quarta feira contra o Scunthorpe, num dos dois jogos atrasados que têm à fazer. O QPR pega na próxima rodada o lanterna Preston, fora de casa.

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis