Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Classificação

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 05/02/2013

40 dias foram suficientes para mais um fracasso na carreira de Alex McLeish (Foto: Mirror)

A temporada do Nottingham Forest segue conturbada. Nesta manhã de terça, o clube anunciou que o técnico Alex McLeish deixou o clube por mútuo consentimento após apenas 40 dias e 7 jogos no cargo. McLeish teria ficado irritado com os donos do clube pela inatividade na janela de transferências, principalmente no confuso caso envolvendo George Boyd.

McLeish chegou ao Forest depois da saída de Sean O'Driscoll sob desconfiança geral, após um trabalho no Birmingham que terminou no rebaixamento da equipe e em outro que quase acabou no rebaixamento do Aston Villa. O treinador foi nomeado pelos donos do Forest, a família Al-Hasawi, do Kuwait, por ter "experiência comprovada na Premier League", segundo os próprios. McLeish, no tempo no cargo, fez 7 jogos, e teve apenas UMA vitória, contra o Peterborough. Foram 4 derrotas (uma para o Oldham, em casa, que culminou na eliminação da FA Cup) e dois empates.

O escocês de 54 anos de idade citou "uma diferença de entendimento da estratégia de desenvolvimento" no clube como o motivo de sua saída., e disse numa nota oficial: "Eu estou extremamente triste por estar partindo depois de um período tão curto, mas mesmo assim foi um privilégio ser técnico de um clube fantástico. Ambas as partes entraram na relação de boa-fé, no entanto, houve uma diferença na compreensão da estratégia de desenvolvimento do clube, e foi sentida por ambas as partes que devemos ficar por aqui. Eu quero agradecer aos jogadores, funcionários e torcedores pelo apoio e desejar ao Nottingham Forest o melhor dos futuros."

A saída de McLeish deixa algumas perguntas: Quando a família Al-Hasawi entende de futebol? Eles chegaram no início da temporada prometendo "novos tempos" de prosperidade e dinheiro, mas as contratações de impacto foram poucas, talvez a chegada de Billy Sharp sendo a maior delas. Eles demitiram Sean O'Driscoll, sem nenhuma explicação, após uma vitória contra o Leeds, dizendo que precisavam de um homem de confiança e experiente. Trouxeram McLeish, e em nenhum momento mostraram confiança no treinador.

Ao site oficial do clube, o presidente Fawaz Al-Hasawi disse: "Eu não posso fingir que os últimos seis meses não foram momentos difíceis para mim e minha família ou o clube como um todo. Tivemos que tomar algumas decisões difíceis e tiveram muitos problemas para resolver. Eu sei que muitos de nossos fãs estão frustrados. Que eu quero que eles saibam que eu partilho as suas frustrações, mas eu continuo tão empenhado como nunca pelo Nottingham Forest. O desafio é maior do que eu previa quando comprei o clube no verão passado, mas eu vou fazer tudo que posso para trazer sucesso e felicidade de volta para os torcedores. Nós temos uma outra decisão importante a fazer na nomeação de um novo gerente e pedir para os fãs que sejam pacientes."

Mas a paciência do torcedor de um clube tão grande e vitorioso é pequena, e os resultados precisam ser imediatos. O time está na 11ª posição, seis pontos atrás do Boro, primeiro time fora da zona de play-offs, com um jogo a mais. Embora ainda não exista nada oficial, o nome de Billy Davies, ex-técnico do clube que os levou duas vezes aos play-offs é o preferido da torcida, embora Davies esteja ligado também ao Blackpool. Outro nome que agrada é o de Nigel Adkins, demitido sem motivo do Southampton há poucas semanas.O futuro do Forest depende das decisões de seus donos. Sejam elas certas ou erradas

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis