Classificação FINAL

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Jorge Lima 07/04/2013



Certamente nenhum jogador tem sido tão importante pro Nottingham Forest nos últimos jogos como Lewis McGugan. Os gols marcados nos seis últimos jogos ajudam o time a se manter na briga pelos play-offs. E ontem, o camisa 10 do Forest brilhou de novo, ao marcar no empate com o Blackpool por 1-1. Apesar do terceiro empate consecutivo, os Reds se mantém na zona dos play-offs.

Forest começou o jogo apostando na posse de bola. Com isso, foi o Blackpool o time com as melhores chances no primeiro tempo. Na primeira delas, Delfouneso acertou a trave após bela jogada pela esquerda. E a segunda grande chance dos Tangerines se mostrou letal quando Ludovic Sylvestre recebeu na entrada da área e acertou um chute certeiro, marcando seu terceiro gol na temporada. Na única boa chance do Forest na etapa inicial, Darius Henderson acabou cabeceando pra fora após belo lançamento de Greg Halford.

No segundo tempo, o Forest finalmente resolveu fazer o que deveria ter feito desde o início do jogo: atacar. Chris Cohen teve a primeira boa chance do segundo tempo, mas seu chute foi parado por uma boa defesa do goleiro Gilks. Na sequência, Elliott Ward cabeceou por cima do gol após cobrança de escanteio. e a missão dos reds na busca do empate ficou mais fácil quando Osbourne foi expulso ao chegar atrasado na jogada e fazer falta em Halford. A decisão do árbitro irritou o técnico do Blackpool Paul Ince, afirmando que seu time foi "roubado".

Com a vantagem numérica, Billy Davies resolveu partir pro tudo ou nada. Além do "talismã" Lewis McGugan, o técnico do Forest colocou em campo Dexter Blackstock e Billy Sharp, fazendo o time jogar com 4 atacantes. As mudanças surtiram efeito,  já que foi possível ver um Forest muito mais ofensivo e ameaçador do que antes. E a pressão foi recompensada aos 36 minutos, quando Cox foi derrubado na área por Chris Basham. Penalti bem convertido por McGugan.

Forest pressionou bastante nos minutos finais, incluíndo os 7 minutos de acréscimo, mas não foi o bastante pra romper o sistema defensivo dos Tangerines. Esse foi o terceiro jogo sem vencer do Forest, que ainda assim, consegue se manter no 5º lugar e ainda invicto sob o comando de Billy Davies no seu retorno ao time. Já o Blackpool, apesar de não perder pro Forest há 7 jogos, segue na sua batalha contra o rebaixamento, apenas 4 pontos acima da zona da degola.

Com mais um penalti perdido, Derby County perde em casa pro Ipswich Town

Se o Forest não perde, o mesmo não pode ser dito sobre o rival, Derby County. Os Rams foram penalizados com mais um gol sofrido nos acréscimos, o que garantiu a vitória do Ipswich Town por 1-0. Esse novo revés deixa a missão de chegar aos play-offs um pouco mais complicada pro Derby, que venceu apenas 3 dos últimos 12 jogos.

Os Rams dominaram o primeiro tempo, com Ward e Bryson inspirados e criando boas chances de marcar. Mas todas as tentativas foram frustradas pela falta de pontaria e pelo goleiro Scott Loach. No final do primeiro tempo, Keogh foi puxado dentro da área por Tommy Smith. Mas o tão esperado gol não saiu, já que Loach defendeu com os pés a péssima cobrança de Ward. Esse foi o quarto penalti seguido desperdiçado pelo Derby.

No segundo tempo, o Derby continuou sendo o time com as melhores chances, mas todas desperdiçadas por causa do "último passe". E o time acabou pagando caro quando, aos 48 minutos do segundo tempo, Carlos Edwards acertou um chutaço, sem chance pra Fielding, para garantir a improvável vitória dos Tractor Boys. O resultado deixa o Derby no 10º lugar, 8 pontos atrás da zona dos play-offs. Já o Ipswich, vai conseguindo se afastar da zona de rebaixamento. Os 5 jogos sem perder e quinto jogo seguido sem sofrer gols, fazem os tractor Boys figurarem no 14º lugar.

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis