Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 17/12/2013


Atual vice-campeão dos play-offs, e que só não está na Premier League dessa temporada por alguns minutos. Um time com um bom aporte financeiro, e com um excelente elenco. Um time considerado o maior favorito ao acesso. E, depois de 20 rodadas, o Watford virou um time perdido, que está há nove jogos sem vencer, em 13º lugar, mais próximo do rebaixamento do que do acesso... e agora sem técnico. Ontem, Gianfranco Zola pediu demissão do comando do Watford após um ano e meio, surpreendendo todo o mundo do futebol. E agora fica a pergunta: qual o futuro do Watford na Championship?

A notícia do pedido de demissão de Zola nesta segunda pegou todo mundo de surpresa, já que o treinador moldou o time dessa temporada, e fez um grande trabalho na última, onde perdeu o acesso no detalhe, com um time que era claramente melhor do que o do Crystal Palace à época. O Watford perdeu seus últimos 5 jogos em casa, e não vence desde Outubro, há 9 jogos.  Zola deixa o clube após 75 jogos, com 33 vitórias, 15 empates e 27 derrotas.

Num comunicado aos fãs, Zola afirmou que "Eu sinto que é necessário que alguém novo tenhaa chance de trazer o sucesso que os fãs esperam. Por uma variedade de razões, e não apenas sobre um assunto ou um momento, que eu sinto que esta é a decisão certa para mim, nos melhores interesses do clube. A última temporada foi um momento tão incrível para os jogadores, para mim e para os torcedores, e eu amei essa viagem. Cada minuto dela trouxe um novo desafio, diferentes experiências e muito aprendizado. Mas este esporte não espera e não pára. Há sempre o próximo desafio e um novo ambiente à frente, o que significa que nada é sempre o mesmo."

O ex-atacante italiano, que fez muito sucesso pelo Chelsea, foi trazido logo após a família italiana Pozzo adquirir o clube em junho de 2012. Sua única experiência em gestão anterior veio no West Ham em um período de dois anos entre Setembro de 2008 e Maio de 2010. A nomeação de Zola no Watford fazia parte das ambições dos Pozzo de levar o clube de volta à Premier League, com a família já possuindo as propriedades de clubes como Udinese na Série A italiana e o Granada em La Liga da Espanha .

Durante a primeira temporada de Zola no comando, Watford aproveitou o número ilimitado de jogadores de empréstimos estrangeiros permitidos, trazendo 10 jogadores da Udinese ao longo da temporada. A política atraiu críticas dos gestores da oposição e levou a uma mudança nas regras da Football Association, o que limita o número de empréstimos no exterior para cinco. 


Com a ajuda das contratações de empréstimos, os Hornets terminaram em terceiro lugar na tabela, mas depois de um emocionante confronto na semi- final dos play-offs contra o Leicester, o time perdeu a final para o Crystal Palace por 1-0, e perdeu também a chance de voltar à Premier League, e uma premiação estimada em mais de £90 milhoes.

E a queda nos play-offs parecia apenas um percalço para o Watford, que contratou ainda mais na janela de verão, trazendo bons nomes como o atacante Diego Fabrinni, o meia Iriney e o zagueiro Angella. Porém, dois de seus principais jogadores deixaram o clube após o fim de seus empréstimos, e estes, quase em consenso, é o principal motivo da queda vertiginosa do clube.

Matej Vydra, melhor jogador da última Championship e nome decisivo na campanha do clube, que teve o melhor ataque da temporada na Inglaterra com 85 gols, deixou o Watford e voltou à Udineses, para posteriormente ser re-emprestado ao West Brom. A saída deixou um buraco no ataque que nem Troy Deeney nem Diego Fabrinni conseguiram tapar. Além disso, o jovem volante Nathaniel Chalobah, outro destaque importante do time, foi emprestado pelo Chelsea ao Nottingham Forest e deixou um "buraco-negro" no meio campo dos Hornets.


Muitos dizem que os exagerados empréstimos de jogadores "duvidosos" também contribuiram para isso, além da já conhecida fraqueza da defesa do time, que já era ruim na última temporada (compensada pelos gols marcados), mas que nessa se escancarou de vez. O goleiro Almunia, que era o capitão na temporada passada, foi barrado devido a falhas seguidas e foi pro banco, e jogadores como McGugan, Pudil e Forestieri não saem do banco.

Para tentar voltar ao prumo, a família Pozzo deve novamente apostar num italiano: Giuseppe Sannino, que foi demitido do Chievo da Itália há algumas semanas, já estaria de malas prontas para a Inglaterra. Aí fica a pergunta? um treinador desconhecido pode fazer um trabalho melhor que Zola? apostar somente em jogadores emprestados não é um claro erro da direção? são perguntas que a torcida do Watford, que sonha com uma improvável reviravolta, tenta responder todos os dias.


Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis