Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 06/02/2014


A janela de transferências de Janeiro acabou na Inglaterra no último dia 31 e, diferentemente de outros anos, essa foi movimentadíssima para os clubes da Championship. Da novela envolvendo Thomas Ince até as cinco contratações no mesmo dia do QPR, trazemos abaixo um pequeno resumo das movimentações de cada clube, quem ganhou e quem perdeu na janela, e uma prévia do que pode acontecer aos clubes até o fim da temporada.

Barnsley: Tentando se livrar de um rebaixamento quase anunciado, o Barnsley trouxe alguns jogadores conhecidos para tentar deixar a penúltima posição. Chegam ao clube o experiente meia Liam Lawrence, ex-Portsmouth, o lateral Jack Hunt, emprestado pelo Crystal Palace, o jovem defensor Ryan McLaughlin, emprestado pelo Liverpool, o meia Brek Shea, emprestado pelo Stoke, e o principal nome é o atacante alemão Nick Proschwitz, emprestado pelo Hull. Deixam o clube Chris Dagnall (Leyton Orient), Scott Wiseman (Preston), Jim McNulty (Bury), David Perkins (Blackpool) e Jason Scotland (Hamilton), todos com contratos encerrados.

Birmingham: Atrapalhado pela grave crise financeira vivida nos últimos tempos, o Birmingham pouco fez na janela para tentar melhorar na tabela. Chegaram ao clube o experiente meia Brian Howard, vindo do CSKA; Tom Thorpe e Federico Macheda, ambos vindo do Manchester United, além do defensor Aaron Martin, vindo do Southampton. Deixam o clube Darren Ambrose (Apollon Smyrni), Wade Elliott (Bristol City) e Hayden Mullins (Notts County)

Blackburn: A janela foi bastante movimentada para os Rovers, que contrataram bem mas perderam seu principal zagueiro. Chegam ao clube em definitivo os meias Tom Cairney (Hull City, £500,000), Rudy Gestede (Cardiff City, valor não revelado) e Craig Conway (Cardiff, valor não revelado), além do meia Bryan Dabo, emprestado pelo Montpellier. Porém, o bom zagueiro Scott Dann deixou o clube rumo ao Crystal Palace por £2,5M. Saem também DJ Campbell (Millwall), Ruben Rochina (Rayo Vallecano), David Goodwillie (Blackpool) e Bradley Orr (Toronto), todos por empréstimo.

Blackpool: O Blackpool foi parte da novale mais chata da janela de transferências, e até mesmo dos últimos tempos: o destino de Thomas Ince. O jovem craque do time negociou com o Swansea por muito tempo e não fechou, foi especulado em nada menos do que Liverpool, Fulham, Cardiff, Stoke, Hull, mas acabou fechando com o Crystal Palace, e por empréstimo, ou seja, ele volta ao Blackpool, pelo menos na teoria. E, pra tentar se livrar da péssima fase recente, o time contratou bastante. Chegam David Perkins (Barnsley, Free), David Goodwillie (Blackburn, empréstimo), Bob Harris (Sheffield United, empréstimo), Andy Halliday (Middlesbrough, empréstimo), Tony McMahon (Sheffield United, empréstimo), Faris Haroun (Middlesbrough, valor não revelado), Andy Keogh (Millwall, empréstimo), Stephen Dobbie (Crystal Palace, empréstimo).

Bolton: O Bolton não usou muito a janela de transferências para tentar melhorar uma temporada tão lamentavelmente fraca. Chegam o meia Yannick Baston, do Differdange, por valores não revelados, o bom atacante Lukas Jutkiewicz, emprestado pelo Middlesbrough, e Liam Trotter, emprestado pelo Millwall. Deixam o clube o atacante David N'Gog, contratado pelo Swansea e o centro-avante Craig Davies, emprestado ao Preston.

Bournemouth: Os Cherries conseguiram usar a janela para fazer uma poderosa dupla de ataque. O clube acertou a contratação do bom atacante Francês Yann Kermongant, que chega do Charlton, para fazer dupla com Lewis Grabban. Além disso, chega o lateral Adam Smith junto ao Tottenham, e o goleiro Lee Camp foi contratado em definitivo junto ao WBA. Deixam o clube Miles Addison (Rotherham), Jayden Stockley (Torquay), Matt Tubbs (Crawley), Wes Thomas (Rotherham) e Wes Fogden (Portsmouth).

Brighton: A janela não foi legal com o Brighton. O time tentou, mas não conseguiu segurar o excelente volante Liam Bridcutt, que foi contratado pelo Sunderland (do ex-técnico do time, Gus Poyet), por £3m. Outra saída é do atacante Ashley Barnes, que vai ao Burnley por £750,000. Chegam o meia Dale Stephens junto ao Charlton, o jovem winger Jonathan Obika, emprestado pelo Tottenham, e o atacante espanhol David Rodriguez, vindo de uma boa temporada no Celta de Vigo, prometendo fazer dupla com o argentino Ulloa.

Burnley: Fazendo uma ótima temporada, a participação dos Clarets na janela foi quase nula. O time contratou o atacante Ashley Barnes junto ao Brighton, para ser banco da forte dupla Vokes-Ings. Saem : Luke O'Neill (Southend), Joseph Mills (Shrewsbury), George Porter (Rochdale) e Marvin Bartley (Leyton Orient).

Charlton: Um dos times que mais se movimentou na janela, o Charlton foi vendido para um dono que também comanda o Standard Liége, da Bélgica. Com isso, vários jogadores desconhecidos chegam ao clube, e outros bons nomes deixam o time, complicando demais a briga contra o rebaixamento, numa temporada lamentável dos Addicks. Chegam o atacante Reza Ghoochannejhad (!), do Standard Liege, o defensor Loic Nego (Upjest), o meia Astrit Ajdarevic (Standard Liege), o goleiro Yohann Thuram Ulien (Standard Liege), o meia Anil Koc (Standard Liege), e o defensor Piotr Parzyszek (De Graafschap). Mas as saídas são duras: deixam o time o meia Dale Stephens (Brighton), o goleiro Ben Alnwick (Leyton Orient), e a principal perda, do atacante Yann Kermongant, que foi para o Bournemouth.

Derby: Os Rams contrataram pouco, mas bem, muito bem. Além de Simon Dawkins, contratado em definitivo junto ao Tottenham, e de George Thorne, emprestado pelo WBA, a principal contratação é do jovem craque Patrick Bamford, emprestado pelo Chelsea, que vem fazendo um gol atrás do outro. Deixam o time Michael Jacobs (Wolves, £300,000), Kieron Freeman (Notts County, empréstimo), e Ross Atkins (Crawley, empréstimo).

Doncaster: Outro que contratou bastante tentando se livrar da queda foi o Donny. Chegam o zagueiro Abdoulaye Meite (FC Honka, Free), o meia Gabriel Tamas (FC Cluj, Free), o goleiro Sam Johnstone (Manchester United, empréstimo), e a principal notícia foi a volta do ídolo Billy Sharp, recontratado junto ao Southampton por empréstimo, com opção de compra. Deixam o clube Kyle Bennett (Bradford City), David Syers (Scunthorpe), Billy Paynter (Sheffield United) e Martin Woods (Barnsley).

Huddersfield: Os Terriers também não fizeram contratações no atacado. Chegaram o atacante Joe Lolley, vindo do Kidderminster, e o bom winger Nahki Wells, vindo do Bradford, e que foi o grande destaque do time vice-campeão da Copa da Liga temporada passada, mesmo estando na quarta divisão. Deixam o time James Burke (Bury), Robbie McIntyre (Bury), Liam Ridehalgh (Tranmere Rovers), Chris Atkinson (Bradford City) e Jon Stead (Oldham).

Ipswich: Nada de muito diferente nos Tractor Boys. Apenas uma contratação foi realizada, a do experiente meia Frazer Richardson, emprestado pelo Boro. Elliott Hewitt (Gillingham), Jack Marriott (Gillingham) e Frederic Veseli (Bury) deixam o clube.

Leeds United: Vivendo uma grande bagunça administrativa, envolvendo a venda do clube e a demissão/não demissão de Brian McDermott, o Leeds foi o time mais nulo na janela. Apenas dois nomes novos chegaram: os bons meias Cameron Stewart e Jimmy Kebe, emprestados por Hull e Crystal Palace, respectivamente. Nenhum jogador deixou o clube, nem mesmo o especuladíssimo artilheiro Ross McCormack.

Leicester: O líder absoluto da Championship não contratou muito (convenhamos que nem precisava), mas elas aconteceram, e foram interessantes: chegaram o meia francês Riyad Mahrez (Le Havre, £400,000), numa negociação parecida com a que trouxe Anthony Knockaert ao clube (com ótimas consequências), e a outra, até surpreendente, foi a do imortal atacante Kevin Phillips de 40 anos. Phillips, contratado com uma referência para o jovem time do Leicester, e até como um talismã depois de tantos acessos na carreira, provou ser útil ao fazer o único gol da fundamental vitória contra o Bournemouth, que deixou os Foxes mais pertos da elite. As saídas são poucas: Neil Danns (Bolton), Adam Smith (Stevenage), Alie Sesay (Colchester) e Martyn Waghorn (Wigan) deixam o clube, todos por empréstimo.

Middlesbrough: O Boro foi disparadamente o time que mais se movimentou na janela. Com muitas contratações e ainda muitas mais saídas, o time reformulou boa parte de seu elenco. Chegam ao clube agora em definitivo o zagueiro Daniel Ayala (Norwich, £350,000), o meia Luke Williams (Hartlepool, empréstimo), o jovem defensor Kenneth Omeruo, emprestado pelo Chelsea, o bom volante Nathaniel Chalobah, também emprestado pelo Chelsea, após ótima passagem pelo Watford temporada passada. E o principal nome é de Danny Graham, artilheiro da Championship em 2010, que foi emprestado pelo Sunderland. Em contrapartida, vários jogadores deixaram o clube: Justin Hoyte (Millwall), Charlie Wyke (AFC Wimbledon), Andy Halliday (Blackpool), Adam Reach (Bradford City), Richard Smallwood (Rotherham), Luke Williams (Hartlepool), Frazer Richardson (Ipswich), Lukas Jutkiewicz (Bolton), Faris Haroun (Blackpool), além de Marvin Emnes, emprestado ao Swansea, deixam o clube.

Millwall: Mesmo sem muitas condições financeiras favoráveis, o Millwall conseguiu reforçar a equipe na luta contra o rebaixamento, já sob o comando de Ian Holloway. Chegam aos Lions o defensor Justin Hoyte (Middlesbrough), o meia Shaun Williams (MK Dons), o defensor Ryan Fredericks (Tottenham), o centroavante DJ Campbell (Blackburn), Aiden O'Brien (Torquay United), e o bom zagueiro Ed Upson (Yeovil). Deixam o clube nomes importantes e que podem fazer falta, como James Henry (Wolverhampton, £250,000), Karleigh Osborne (Bristol City), Andy Keogh (Blackpool) e Liam Trotter (Bolton).

Nottingham Forest: Outro clube que usou pouco, mas bem, a janela de transferências foi o Forest. Desembarcam em City Ground o atacante Rafik Djebbour, vindo do Olympiakos, o meia Danny Fox, emprestado pelo Southampton, além de David Vaughan, emprestado pelo Sunderland, e de Jack Hobbs, zagueiro importante e que foi contratado em definitivo junto ao Hull pra alegria da torcida Red. Saem Ishmael Miller (Yeovil) e Mark Davies (St Johnstone), que não farão falta.

QPR: Os Hoops deixaram pra fazer contratações no último dia, a Deadline Day, pra alegria (não) de quem cobria o mais louco dia de transferências na europa em tempo real pelo Twitter (segue lá! www.twitter.com/championshipbr). O time conseguiu a proeza de contratar CINCO jogadores no mesmo dia, quatro deles pro setor de ataque, todos por empréstimo (consignação?) tentando suprir o enorme buraco deixado pelo lesionado Charlie Austin. Chegam ao time o zagueiro Aaron Hughes, vindo do Fulham por empréstimo, o atacante brasileiro Guilherme Dellatorre, vindo do Atlético PR também por empréstimo (é...), o experiente atacante irlandês Kevin Doyle, também por empréstimo junto ao Wolves, o jovem Will Keane, emprestado pelo Man.United, e o potente atacante Modibo Maiga, que chega (adivinha!) emprestado pelo West Ham, sendo que Doyle e Maiga já até marcaram gols pelo time. Deixam Loftus Road o jovem meia Tom Hitchcock (Rotherham), o zagueiro americano Oguchi Onyewu (Sheffield Wednesday), Gary Borrowdale (Gillingham, Free), o winger marroquinho Adel Taarabt, contratado de surpresa pelo gigante AC Milan, também por empréstimo, e o defensor Samba Diakite, emprestado ao Watford.

Reading: Outro time nulo na janela foi o Reading, que não contratou ninguém, e vai tentar o acesso com os (bons) jogadores que tem em seu plantel. Deixam o time apenas os jovens Jonathan Henly (Oxford United) e Dominic Samuel (Dagenham & Redbridge).

Sheffield Wednesday: Os Owls também foram tímidos na janela, com apenas três novos nomes: Aaron Jameson (Bradford City), Oguchi Onyewu (QPR), além do jovem atacante Benik Afobe, emprestado pelo Arsenal. A única saída, e a mais sentida, foi a do atacante Connor Wickham, que voltou ao Sunderland após ser decisivo na arrancada do time nas últimas rodadas.

Watford: Os Hornets mais uma vez apostam em nomes desconhecidos. Chegam Mathias Ranegie (Udinese), Alexander Merkel (Udinese), Uche Ikpeazu (Crewe), Daniel Tozser (Genoa), Samba Diakite (QPR), e Park Chu-Young (Arsenal), todos por empréstimo (pra variar). Deixam o clube Adam Thompson (Southend United), Javier Acuna (Osasuna), Connor Smith (Gillingham), Iriney (Real mallorca), e Diego Fabbrini (Siena).

Wigan: Os Lactics também apostaram nos empréstimos para se reforçar, e bem. Chegam o defensor Tyias Browning (Everton), o bom atacante Nicky Maynard (Cardiff), o jovem volante Josh McEachran (Chelsea), além do atacante Martyn Waghorn (Leicester). Deixam o clube Nouha Dicko (Wolves, £300,000), Adam Buxton (Burton Albion), Jordan Mustoe (Wycombe), Jordan Mustoe (Wycombe), Fraser Fyvie (Shrewsbury), além do atacante Grant Holt, emprestado ao Aston Villa..

Yeovil: Os Glovers, lanternas da Championship, e com poucos recursos, fizeram contratações modestas para tentar se livrar de um rebaixamento quase anunciado. Chegam o atacante Adam Morgan (Liverpool, Free), o meia Matteo Lanzoni (Oldham Athletic, Free), o defensor Shane Duffy (Everton, empréstimo), o centroavaante Ishmael Miller (Nottingham Forest, empréstimo), e o atacante Tom Lawrence (Manchester United, empréstimo). Deixam o clube Paddy Madden (Scunthorpe, £300,0000), Dan Seaborne (Coventry, Free), e Ed Upson (Millwall, não revelado)

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis