Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Jorge Lima 15/03/2014


O Wigan visitou o Ipswich Town nesse sábado e mostrou que a ascensão do time sob o comando de Uwe Rosler não é por acaso. Com mais uma atuação segura, os Latics venceram de virada por 3-1 e seguem firmes na zona dos playoffs.

Sonhando em entrar no top-6, o Ipswich começou melhor, criando uma série de boas chances. Paul Anderson cabeceou por cima do gol pra minutos depois, Daryl Murphy chutar com perigo e forçar Al Habsi a fazer uma grande defesa. E o bom momento do time da casa foi recompensado aos 20 minutos, quando Smith aproveitou cruzamento e cabeceou pra abrir o placar do jogo.

Mas a resposta do Wigan foi quase que imediata. 3 minutos depois, Fortuné cruzou rasteiro e McClean apareceu pra igualar o marcador. E perto do intervalo, o Wigan chegou à virada com Lee Barnett, aproveitando cobrança de falta de Jordi Gomez. O Ipswich ainda teve uma chance de empatar com Hyam, mas sem sucesso.

No segundo tempo, o Ipswich tentou começar do mesmo jeito que no primeiro tempo e dava a impressão de que conseguiria empatar o jogo. Mas era o Wigan quem continuava tendo as melhores chances. O 3-1 quase saiu em um belo contra-ataque, mas Cresswell conseguiu interceptar no último momento. Mas minutos depois, o Ipswich não teve a mesma sorte. Jordi Gomez lançou pra Fortune, que rolou pra McClean marcar o seu segundo gol no jogo e definir o placar.

Com mais essa vitória (a sétima seguida na Championship), o Wigan chega aos 58 pontos, subindo pro 5º lugar. Com 2 jogos a menos e em grande fase, fica difícil não crer que os Latics estarão nos playoffs em maio.


Brighton vence o Bolton e segue próximo do top-6


Após um período de múitas incertezas, o Brighton parece finalmente ter engrenado a ponto de lutar por um lugar nos playoffs. Graças a 2 gols de Will Buckley, os Seagulls derrotaram o Bolton por 2-0 no Reebok Stadium e se mantém colado no top-6.

O Bolton tentava ampliar sua invencibilidade de 4 jogos e pareceu melhor no primeiro tempo. Principalmente com a dupla Lee-Jutkiewicz. E a dupla teria inaugurado o placar se não fosse a intervençado de Lewis Dunk.

O Brighton chegou ao primeiro gol aos 13 minutos. Após um belo passe de Ulloa, Buckly recebeu livre, mas precisou do rebote do goleiro Bogdan para abrir o placar.

O Bolton resolveu partir pra cima após o gol e criou uma série de chances em busca do empate. Lee chutou de longe, mas Kuszczak fez boa defesa espalmando por cima. Em nova chance, Lee Cobrou escanteio e David Wheater cabeceou, mas Kuszczak apareceu de novo em outra grande defesa. pouco antes do intervalo, Medo cobrou falta no capricho mas a bola foi morrer no travessão, pra lamentos da torcida da casa.

No segundo tempo, os Trotters mantiveram a pressão e seguiram dominando o jogo e criando boas chances pra empatar. E em uma dessas, Lee chutou, a bola desviou em Mason e foi pro gol. Seria o empate se Mason não estivesse adiantado. gol anulado.

E o castigo pro bolton veio da pior forma possível. após um erro de Medo no meio campo, a bola sobrou limpa pra Buckley, que avançou livre e só teve o trabalho de tirar do goleiro Bogdan pra ampliar pros Seagulls.

Com a vitória, o Brighton chega aos 56 pontos, mesma pontuação do Reading. Porém, os Seagulls tem um jogo a menos. Já o Bolton segue amargando o 17º lugar, com apenas 36 pontos.

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis