Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 03/05/2014


A Championship não tem um Messi, não tem um Aguero, não tem um Di María... mas tem seu argentino decisivo. E como é decisivo! Jogando em City Ground, o Brighton empatava até o final do jogo e via a vaga para os play-offs ir pela janela. Porém, depois de intensa pressão, o excelente atacante Leonardo Ulloa apareceu como sempre pra decidir, e marcou o gol da classificação dos Seagulls para os play-offs, causando delírio na torcida. O time pega o Derby, e vem muito forte na briga pela Premier League.

O Brighton não dependia só de si. O time entrava em campo para pegar o Forest de olho em Reading v Burnley. o time precisava vencer e torcer para que os Royals não vencessem seu jogo. E foi o Brighton que teve a primeira chance, com Ulloa, em chute que passou perto. Mas, aos 22', o time viu que ia tr que remar muito: em cruzamento rasteiro de Vaughan, o goleiro Kuszczak tentou encaixar, mas deixou a bola passar por entre os dedos, e ela sobrou para Matt Derbyshire comepltar pro gol, 1-0. Falha feia do goleiro dos Seagulls.


Como o Brighton só havia virado uma partida apenas 1 vez na temporada, a torcida ficou apreensiva, embora sabendo que o Reading perdia do Burnley. No final do primeiro tempo, Uloa ainda teve um gol corretamente anulado por impedimento, e o time foi pro intervalo perdendo, e prometendo pressão. E ela veio. Logo aos 53', o meia Stephen Ward aproveitou bola na área e acertou uma linda meia bicicleta pra empatar, 1-1. O resultado classificava o time, mas depois o Reading empatou, então o Brighton precisva virar.

O Forest tentava aproveitar os contrra-ataque deixados, e quase fez o 2º gol com McLaughlin e Tudgay, mas Kuszczak salvou. Do outro lado, De Vries fazia milagres pra segurar as investidas de Orlandi e Ulloa. Nos acréscimos, o time foi pra pressão total, e a estrela argentina brilhou: aos 91', Craig Mackail-Smith avançou pela ponta e cruzou, a bola passou pela zaga e sobrou limpa pra Ulloa fuzilar, 1-2. Delírio da torcida que foi ao City Ground e do banco de reservas. O Brighton vai aos play-offs, e recebe o Derby no primeiro jogo, dia 08.

Reading só empata com o Burnley e não vai aos play-offs


O Reading recebeu um Burnley já classificado, precisando de uma vitória simples para avançar aos play-offs. Parecia o cenário ideal pra festa, mas se esqueceram de avisar o vice-campeão. Se despedindo da Championship, o Burnley jogou bem, e mesmo saindo atrás virou o jogo. O Reading buscou o empate, pressionou, mas saiu com um 2-2 que deixa o time mais um ano na Championship. E sua torcida, furiosa.

O Reading começou bem, e abriu o placar aos 16', em contra-ataque puxado por McCleary, que cruzou, Trippier tentou cortar e fez contra, 1-0. Porém, aos 20', Arfield recebeu passe de Marney e fuzilou o gol de McCarthy, 1-1. Depois do gol, o Burnley melhorou, e virou aos 28', com o craque Danny Ings, que recebeu passe na entrada da área, girou e bateu bonito pra fazer 1-2. Depois disso, o Reading tentou, pressionou, e chegou aos empate aos 58' em chutaço de McCleary de longe, lindo gol e 2-2.

Havia tempo, mas o time parou no goleiro Heaton e na péssima pontaria de seus atacantes. Já sabendo que o Brighton havia virado, o time tentou uma pressão final, mas não teve jeito. Os Royals ficam fora da briga, e a torcida pede a saída do técnico Nigel Adkins.

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis