Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Bruno Vilanova 17/08/2014



Neste sábado tivemos a segunda rodada da Championship, e entraram em campo no Macron Stadium duas equipes em fases bem distintas: por um lado o titubeante mandante Bolton, que vem de uma dramática e polêmica classificação na Capital One Cup e de uma estréia muito ruim na Championship, e do outro lado o Nottingham Forest buscando sua segunda vitória na competição e a sequencia de boas atuações do seu novo time.

O que vimos foi um primeiro tempo extremamente movimentado. O Bolton fez valer o mando de campo e abriu o placar já aos 4 minutos: em cobrança de falta, Jay Spearing achou no meio da defesa Joe Mason que cabeceou no canto direito do goleiro Darlow. Dois minutos depois, em cobrança de escanteio, Michail Antonio quase empatou de cabeça para o Forest. Após perder mais três situações de gol, o Forest finalmente empatou aos 27 minutos: em um cruzamento na área do Bolton, Antonio ajeitou e Assombalonga fuzilou de pé esquerdo. E o primeiro tempo estava alucinante! dois minutos depois do empate do Forest, novamente o Bolton ficou em vantagem por 2-1: após cobrança de falta, Neil Danns ajeitou de cabeça e o zagueiro Wheather chutou no canto esquerdo. Aos 35 minutos, de novo Assobalonga agora em cobrança de penalti empatou novamente, 2-2.

No segundo tempo o ritmo da partida não se modificou, com o Forest desperdiçando novamente muitas chances de gol e o Bolton continuando a assustar em cruzamentos ou bolas paradas, mas infelizmente não tivemos a profusão de gols da etapa inicial e o jogo terminou com o empate em 2-2, resultado comemorado até certo ponto pelo técnico dos Trotters, Dougie Freedman, que vê seu trabalho cada vez mais questionado, e muito lamentado por Stuart Pearce, comandante do Forest, que destacou o bom rendimento do time, mas ficou com o sentimento de que poderia ter saído com a vitória caso o time tivesse maior qualidade na conclusão das chances criadas.

Norwich vence a primeira na Championship com um jogador a mais por 88 minutos


Em outro jogo da rodada tivemos o recém rebaixado Norwich buscando sua primeira vitória na competição, jogando em casa contra o bom time do Watford, embalado pelos primeiros resultados da temporada. Bom, o que parecia ser a promessa de uma partida muito equilibrada acabou com dois minutos de jogo: Joel Ekstrand fez falta em Redmond e foi expulso pelo árbitro, prejudicando as pretensões do Watford no jogo. Como era de se esperar, o Norwich foi para cima e após muito insistir inaugurou o placar aos 32 minutos, em chute de fora da área de Bradley Johnson. Até o fim do primeiro tempo o Norwich apenas tratou de administrar a vantagem, e o Watford com muitas dificuldades para tentar algo no ataque conseguiu apenas uma finalização de longa distância à direita do gol.

No começo do segundo tempo o jogo melhorou um pouco com o Norwich sendo mais incisivo e buscando "matar o jogo" de uma vez. Aos 14 minutos, Grabban aumentou para o Norwich em chute de fora da área no angulo esquerdo do goleiro Almunia. Logo em seguida, aos 16 minutos, o Norwich fechou o placar de 3-0 em outro chute de fora da área, agora de Tettey, no canto direito. Após o terceiro gol, o Norwich ainda tentou marcar mais gols, mas esbarrou na falta de pontaria de seu ataque e no experiente goleiro Almunia.

Resultado muito bom para o Norwich - além de ser a primeira vitória da equipe na Championship foi também a primeira do técnico Neil Adams em sete jogos no comando dos canaries. Porém, fica um pouco prejudicada a análise da atuação da equipe neste jogo contra um adversário forte, mas que jogou 88 minutos fora os acréscimos com um jogador a menos. Quanto ao Watford, que reclamou muito da expulsão, é um jogo para ser esquecido tendo pouco a ser considerado.

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2018. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis