Classificação

Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 09/08/2014


No jogo mais aguardado dessa primeira rodada, o Nottingham Forest recebeu um desfigurado Blackpool, tentando mostrar pra torcida que o elenco que foi montado por Stuart Pearce é capaz de brigar pelo acesso. E, pelo menos na estreia, o time não teve dificuldades para bater os Tangerines por 2-0, com gols dos estreantes Chris Burke e Michail Antonio, fazendo a festa da torcida que encheu o City Ground. Já o Blackpool, logo no primeiro jogo, já mostrou que é o grande candidato ao rebaixamento. Com apenas 19 jogadores no elenco, o clube só conseguiu regularizar 15, deixando apenas 4 no banco de reservas. Com um elenco pobre e um futebol mais ainda, a direção do Blackpool precisa acordar pra vida.

Logo de cara deu pra se ver que o time não tinha coesão e faltava entrosamento, embora vontade não faltasse. A primeira chance foi do Blackpool, num chute de Delfouneso que passou perto do gol de Darlow. Mas aos 25' o Forest tomou o controle do jogo e abriu o placar: num chutaço de longe de Reid, a bola explodiu na trave, e sobrou no pé de Antonio, que não perdoou, 1-0. 5 minutos depois, Chris Burke bateu colocado da entrada da área pra fazer um belo gol, 2-0. 

No segundo tempo, o Blackpool melhorou consideravelmente, fechando os espaços que o meio campo do Forest tinha pra atuar, e teve uma boa chance com Orlandi, após boa jogada trabalhada na entrada da área, mas o meia vindo do Brighton chutou pra fora. O Forest sentiu o início de temporada e diminuiu o ritmo, mas em nenhum momento foi ameaçado de forma clara pelo Blackpool, e também não ameaçou. E o 2-0 acabou sendo merecido.

Ipswich joga bem e vence o Fulham em casa


Logo na estreia após 13 anos, o Fulham percebeu que não terá vida nada fácil na Championship. Jogando em Portman Road, os Cottagers entraram em campo com um time bem "estranho", com apenas um jogador que disputou a Premier League (Scott Parker) e sucumbiram totalmente ao Ipswich, principalmente no primeiro tempo, saindo derrotados por 2-1.

O Ipswich abriu o placar aos 32 minutos, quando Parker perdeu a bola para Hyam, que lançou Murphy, e o atacante invadiu a área e bateu forte, sem chances para o goleiro Joronen, substituindo Stekelenburg, mais uma negociado, 1-0. No segundo tempo, Murphy foi o assistente, em cruzamento rasteiro que David McGoldrick, voltando ao time após grave lesão, não desperdiçou, 2-0.

O Fulham só foi melhorar quando o jovem Patrick Roberts, de apenas 17 anos, entrou em campo, dando um calor na defesa do Ipswich. Hoogland ainda diminui aos 86', mas já era tarde. O Fulham, que ainda tem jogadores para estrear, vai ter que melhorar e muito. Já o Ipswich vence pela 13ª VEZ SEGUIDA na estreia da Championship. Vamos ver se, dessa vez, o time finalmente brigará pelo acesso.


Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis