Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Classificação

Postado por : Unknown 21/09/2014

Stevie Maio

Em Hillsborough, o Sheffield Wednesday finalmente conseguiu sua primeira vitória em casa nesta temporada e também a primeira desde 26 de março na Championship como mandante.Outro bom motivo de comemoração do torcedor dos Owls neste jogo foi a volta ao top 6 e ainda por cima tirando da zona dos play-offs um concorrente direto no caso o Reading, que justamente era o 6º antes do jogo.

O primeiro tempo começou com o embalado Reading jogando no ataque, em cobrança de escanteio aos 2' Cooper desperdiçou boa chance ao cabecear para fora do meio da área.O jogo seguiu bastante truncado no decorrer da primeira etapa, tanto que aos 30' Coke do Sheffield derrubou Murray, penalty para os Royals.No minuto seguinte o próprio Murray bateu no meio do gol e o goleiro Westwood salvou com os pés.O tempo foi passando e o cenário inalterado com o Reading tentando mais e o Sheffield arriscando somente em chutes de fora da área.

Na segunda etapa, os Owls voltaram melhores, talvez motivados pelo penalty defendido e logo no primeiro lance no primeiro minuto em cobrança de escanteio confusão na área dos Royals, primeiro Mattock tentou e teve o chute bloqueado e na sobra May chutou à esquerda desperdiçando a melhor chance dos Owls até o momento.O Reading foi reagindo e impondo novamente seu jogo e aos 57' em cobrança de escanteio Pearce escorou para Cooper cabecear para importante defesa de Westwood.Aos 62' em outra cobrança de escanteio de novo Pearce escorou e Murray acertou a trave de cabeça quase dentro do gol.Aos 78' Blackman arriscou de longe e Westwood fez grande defesa.Como diz o ditado "quem não faz leva" aos 83' após toque de mão, May cobrou a falta e a bola desviou no caminho entrando no cantinho, 1-0 para o Sheffield placar final.

Vitória muito importante do Sheffield que faz campanha surpreendente e desde o início está entre os doze primeiros, agora com esta vitória volta ao top 6 e ainda por cima ganhando de um concorrente direto, mas o fato mais importante foi a reconquista do caminho da vitória em casa, o que não ocorria a quase seis meses, pois Hillsborough será fundamental para as pretensões do Owls no restante da temporada.O Reading provavelmente deve se lamentar pelas oportunidades perdidas como o penalty desperdiçado e a bola na trave, mas ao menos fica o consolo que o time está num bom caminho e apresentando um bom futebol, mas a melhor notícia desta vez foi fora de campo com o anuncio da compra do time por um consorcio tailandês o que deve trazer uma nova perspectiva e uma maior tranquilidade administrativa e financeira para os Royals.


Wolves vencem Bolton após 5 anos e seguem perto da liderança
Nouha Dicko

No Molineux, o Wolverhampton ganhou novamente pelo placar mínimo, quatro das cinco vitórias do clube foram por um a zero, em um jogo onde prevaleceu o esforço de um clube que buscava a vitória para continuar nas primeiras posições da tabela e outro perto da zona de rebaixamento que claramente buscava o empate se defendendo muito, o Wolves superou a estigma de ser freguês dos Trotters e venceu após 5 anos o adversário.

A primeira etapa foi praticamente toda ela dos Wolves, que desde o começo saíram em busca do gol, aos 18' a primeira chance dos Wolves ocorreu com Batth que cabeceou para grande defesa de Lonergan, logo em seguida o Bolton teve sua única chance no primeiro tempo aos 20' Davies dentro da área chutou no meio do gol para boa defesa de Ikeme.O jogo seguiu com o Wolverhampton buscando o resultado até que aos 41' finalmente sai o gol, após cobrança de escanteio, Dicko cabeceou no cantinho direito para abrir o placar, 1-0, levando importante e merecida vantagem para os donos da casa.

No segundo tempo o jogo diminuiu de ritmo pois o Wolverhampton passou a administrar o resultado mas mesmo assim os Trotters continuavam tímidos no ataque e pouco faziam para assustar o adversário, até que aos 57' Beckford foi derrubado dentro da área por Batth, penalty para o Bolton.Garvan bateu no canto direito e Ikeme defendeu, no rebote a bola voltou para Garvan que chutou e Ikeme sensacionalmente salvou novamente, duas importantíssimas defesas no mesmo lance.Após o penalty defendido por Ikeme, os Wolves voltaram a carga perdendo duas boas chances aos 64' e aos 70'.No últimos minutos o Bolton enfim foi a frente tentando o empate que acabou não vindo, perdendo duas grandes chances, a primeira aos 85' Feeney chutou do meio da área e Ikeme jogou para escanteio, e a outra no lance seguinte Beckford finalizou para outra boa defesa do herói Ikeme, que assim garantiu o placar positivo para os Wolves.

Resultado importante para os Wolves que se consolida entre os primeiros e na espreita para chegar a liderança, novamente a defesa foi a responsável pelo resultado, não tanto pela quantidade de vezes que salvou o time mas pelas pontuais e impressionantes defesas do goleiro Ikeme e assim segue a vida do Wolvehampton de um a zero em um a zero vai comendo pelas beiradas para buscar o sonhado acesso.Quanto ao Bolton novamente o time não se apresentou bem, continua desequilibrado exigindo muito esforço dos seus defensores e criando pouco no ataque, além disto a sorte foi cruel com o time neste jogo onde desperdiçou num mesmo lance um penalty e o rebote, nitidamente falta qualidade para decidir e parece que o torcedor Trotter nesta temporada vai passar muito sufoco para ver seu time na Championship na próxima temporada.

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis