Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Classificação

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 25/05/2019


FALTAM DOIS DIAS! Estamos na contagem regressiva para o momento mais esperado da temporada, a grande final dos playoffs entre Aston Villa v Derby County, valendo a última vaga na Premier League 2019-20, com transmissão ao vivo pela ESPN Brasil. Continuando nossa série de especiais, hoje falaremos mais da parte tática do confronto, as forças e fraquezas dos times, os segredos de Dean Smith e Frank Lampard, e o que cada time pode explorar para conquistar a taça, a vaga na elite e uma bolada daquelas!

O Aston Villa tem um levíssimo favoritismo para a decisão, muito por causa de um elenco mais farto e bem mais experiente, sem contar que na temporada foram duas grandes vitórias contra o Derby - 4-0 no Villa Park e 0-3 no Pride Park. Muito da temporada dos Villans pode ser definida pelo seu capitão e craque, Jack Grealish - sem ele, lesionado na metade da temporada, o time sofreu. Com ele, o Villa é outro, e Grealish foi o grande responsável pela arrancada na parte final, com DEZ vitórias seguidas, e junto com John McGinn e Conor Hourihane, o meio-campo do Villa é o ponto forte e também peça chave para um possível sucesso em Wembley.

Dean Smith tem em seu assistente, John Terry, uma figura experiente e vencedora

O 4-3-3 implantado por Dean Smith é extremamente ofensivo e bem trabalhado, com pressão na saída de bola do adversário, transições rápidas e, principalmente, uma saída de bola que tenta ser qualificada no pé dos zagueiros Tuanzbe e Mings, evitando a bola longa. Contando com a qualidade de McGinn no centro, e com bola no pé de Grealish sempre que possível, o meio-campo na maioria das vezes consegue dominar o adversário. Com isso, Tammy Abraham, autor de 25 gols na Championship, é sempre um perigo dentro da área. Como o Villa não tem nenhum jogador lesionado ou suspenso pra final, a única dúvida na escalação fica por conta do atacante pela direita: Albert Adomah não vem bem, e ainda perdeu um pênalti nas cobranças contra o West Brom. André Green também não foi bem, mas deve seguir como titular, embora Jonathan Kodjia também seja uma opção para explorar as costas do veterano Ashley Cole.

Mas nem tudo são flores. No jogo de volta da semifinal contra o West Brom, fora de casa, o Villa mostrou um problema grave: sair perdendo. Após fazer seu gol, o West Brom se fechou, e o Aston Villa sofreu horrivelmente para fazer uma saída qualificada com a bola, desde um atrapalhado goleiro Steer (que acabou sendo herói nos pênaltis), até os zagueiros errando passes bobos. O meio campo não conseguiu funcionar, muito por conta dos jogadores a menos naquela região (5 contra 3), e Tammy Abraham acabou anulado. O jogo físico e a bola longa fizeram o Villa sofrer, e só a expulsão de Chris Brunt deu um alívio, naquele momento.

Provável Aston Villa para a final

Porém, a final contra o Derby tem tudo pra ser bem diferente. Os Rams não tem um time tão físico e nem tão alto para ganhar na bola longa. Porém, a velocidade dos jovens meias Harry Wilson e Mason Mount podem levar os laterais Elmohamady e Taylor ao pânico se não forem bem cobertos, por isso Conor Hourihane deve ser o escolhido para a volância. A experiência do Villa também pode ser um fator (pro bem ou pro mal), já que boa parte dos titulares estiveram na final da temporada passada contra o Fulham.

Em pouco tempo, Frank Lampard virou ídolo da torcida do Derby

Já o Derby de Frank Lampard volta a uma final de playoffs após 5 anos, e de forma sensacional. Após perder em casa o jogo de ida da semifinal pro Leeds, e de sair atrás na volta em Elland Road, os Rams de forma destemida - e com uma boa colaboração dos jogadores do Leeds - conseguiram uma virada espetacular e venceram por 4-2. O Derby precisa manter-se destemido e apoiar-se na figura vencedora de seu treinador para conquistar o acesso, mesmo sendo uma "zebra".

O setor defensivo do Derby não é a grande força do time, embora o jovem Fikayo Tomori faça uma excelente temporada. O outro zagueiro e capitão Richard Keogh volta ao palco de seus pesadelos, mas com moral por ter feito toda a jogada do gol da classificação contra o Leeds. As laterais são um problema para Lampard: Jayden Bogle foi facilmente vencido pelo improvisado Stuart Dallas contra o Leeds, e na esquerda o veterano Ashley Cole terá que segurar o poderoso ataque do Villa, já que o titular Scott Malone está suspenso.

Provável Derby para a final

Os Rams basicamente atuam no 4-3-3 com Bradley Johnson na função de proteção da defesa. Duane Holmes acrescenta fisicalidade e Mount com mais liberdade ofensiva é principal criador no meio-campo. No ataque, Tom Lawrence, uma das principais referências, atua pelo lado esquerdo, enquanto Harry Wilson atua pelo lado direito, mas com mais liberdade de circulação. Na frente, Jack Marriott deve ganhar a vaga de David Nugent, após seus dois gols salvadores contra o Leeds. Martin Waghorn, artilheiro da equipe, segue fora u[com uma lesão no tendão.

Um dos segredos que Frank Lampard deve estar passando aos seus comandados deve ser tentar ir pra cima no começo e tentar fazer o primeiro gol, pois o Aston Villa se mostrou extremamente deficiente quando esteve atrás do placar na semifinal. Harry Wilson deve ser a peça-chave pro Derby, principalmente nas jogadas individuais e nas faltas próximas à área, onde costuma ser mortal.

Um duelo de capitães de gerações diferentes

As últimas finais de playoffs tem nos proporcionado pouquíssimos gols (apenas 4 nas últimas 4 temporadas), muito pelo medo de perder ser maior que a vontade de vencer. Mas pelo que vimos nas semifinais, a chance de termos muitos gols é grande. Vamos torcer!

A final está chegando! Não deixe de acompanhar toda a preparação, o pré-jogo e o tempo real do dia mais importante da temporada com a gente! Siga-nos pelo Twitter e curta nossas páginas no Facebook e no Instagram!



Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis