Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Classificação

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 18/07/2019


Nome: Birmingham City Football Club
Apelido: The Blues
Presidente: Paul Suen
Técnico: Pep Clotet
Última temporada: 17º (Championship)

CHEGAM: Gary Gardner (Aston Villa, valor não revelado); Cheick Keita (KAS Eupen, voltando de empréstimo);

SAEM: Che Adams (Southampton, £15 milhões); Beryly Lubala (Crawley Town, Free); Greg Stewart (Rangers, Free); Jota Peleteiro (Aston Villa, valor não revelado); Cheikh N'Doye e Tomasz Kuszczak (dispensados);

A temporada 2018-19 do Birmingham foi extremamente conturbada. Os Blues começaram muito bem sob o comando de Garry Monk, e por muitas rodadas deram a impressão de que brigariam pelos playoffs, muito por conta da multiplicação de gols do atacante Che Adams. Porém, em Março o clube foi punido com a perda de 9 pontos na tabela pela violação de regras de Rentabilidade e Sustentabilidade da EFL. A episódio deixou a torcida furiosa com a EFL, e fez o clube entrar numa leve crise, que desde então só aumenta, com problemas internos. A 17ª posição não foi bem recebida pelos fãs, e para essa temporada que se inicia os problemas e a crise só devem aumentar.

Começando pelo treinador. Após um suposto desentendimento com os "novos" donos asiáticos, Garry Monk foi demitido após 15 meses no cargo. Seu substituto será Pep Clotet, auxiliar técnico que foi promovido por "se alinhar a filosofia moderna que a presidência exige", o que deixou boa parte da base de fãs de orelhas em pé. A inexperiência de Clotet pode ser um problema num clube que nos últimos anos costuma trocar de técnicos como quem troca de roupas.


Outro problema grave foi a perda de dois dos seus principais jogadores: Che Adams foi negociado com o Southampton por £15 milhões, o que pode dar um refresco no apertado (e já punido) caixa dos Blues. Jota Peleteiro, talvez o jogador com mais recurso técnico do elenco, foi pro rival Aston Villa num negócio envolvendo a chegada em definitivo em Gary Gardner, que até agora é a única contratação confirmada. Outras contratações devem ser feitas, mas provavelmente serão empréstimos ou Free Transfers. O time titular atual é bom, tem bons nomes de jogadores que se destacaram na temporada, como Maghoma e Jutkiewicz, que serão fundamentais na espinha dorsal de Pep Clotet.

O Birmingham vem flertando com o rebaixamento já há algumas temporadas, e mesmo com a venda para o grupo asiático Trillon Trophy Asia (que mudou até o nome do estádio St Andrews), esse cenário não muda. Os Blues foram "escolhidos" pela EFL para a aplicação das regras de Rentabilidade e Sustentabilidade que, esperamos, seja cumprida de forma isenta e imparcial, e também esperamos que a punição force uma administração mais responsável financeiramente, que preze por um trabalho a longo prazo.

Provável time para a temporada: Camp; Colin, Dean, Roberts, Pedersen; Davis, Gardner, Kieftenbeld, Maghoma; Vassel, Jutkiewicz.

Previsão Championship Brasil: Briga contra o rebaixamento



Siga-nos em nossas redes sociais para ficar por dentro de todas as novidades da próxima temporada!


Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis