Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Classificação

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 28/07/2019


Nome: Sheffield Wednesday Football Club
Apelido: The Owls
Estádio: Hillsborough
Presidente: Dejphon Chansiri
Treinador: Sem técnico
Última temporada: 12º (Championship)

CHEGAM: Julian Börner (Arminia Bielefeld, Free); Moses Odubajo (Brenford, Free); Kadeem Harris (Cardiff, Free)

SAEM: Daniel Pudil (Mladá Boleslav, Free); Connor O'Grady, Marco Matias, Frederik Fisker Nielsen, Almen Abdi, Gary Hooper, George Boyd, David Jones (dispensados);

Turbulência, pressão, problemas. Parece um roteiro de filme de drama de aviação, mas é o resumo do Sheffield Wednesday na última temporada e no início da nova que se aproxima. O time fez um primeiro turno muito ruim, que culminou na demissão do técnico Jos Luhukay, deixando o time na 18ª posição à época. Com sérios problemas relativos às regras de Rentabilidade e Sustentabilidade da EFL (Fair Play Financeiro), o clube não conseguiu grandes contratações, e acabou chamando o experiente Steve Bruce para o lugar de Luhukay. Praticamente "chutado" do Aston Villa pouco antes, Bruce fez um bom trabalho na medida do possível e deixou os Owls em 12º. Mas ver o acesso do grande rival United antes do próprio Wednesday, que tantou tentou, foi um tremendo baque na torcida.

Para o início dessa temporada, tudo estava mais ou menos certo: a confiança em Bruce, especialista em acessos, era grande, e a esperança nas aquisições de free agents também. Mas aí veio o (estranho) interesse do Newcastle em Steve Bruce, e o treinador abandonou o barco para ir aos Magpies, o que deixou a direção furiosa, pois um acordo financeiro ainda não tinha sido acertado (uma história que ainda vai dar o que falar). O Wednesday, a uma semana do início da tremporada, não tem um treinador e basicamente iniciou sua preparação no caos. Um novo técnico deve ser anunciado essa semana, mas ainda não se sabe quem.


Sem técnico e sem dinheiro, o Wednesday fez 3 contratações, todas free: chegam o zagueiro Julian Börner vindo da Alemanha, o lateral Moses Odubajo vindo do Brentford após uma temporada bem fraca, e o winger Kadeem Harris, dispensado do Cardiff. Figuras carimbadas do elenco foram embora após anos de bons serviços prestados, casos de Daniel Pudil, Marco Matia, Almen Abdi, Gary Hooper, George Boyd e David Jones, todos dispensados. O elenco não é dos maiores e precisa ser reforçado, principalmente com empréstimos.

É impossível prever qualquer coisa que seja para um time que ainda não tem um treinador, nem um estilo de jogo. Os tempos de bonança parecem ter acabado no Wednesday, e o sucesso do rival deixou todos com dor de cotovelo. O Wednesday, pra começar, precisa voltar a fazer com que Hillsborough seja uma fortaleza. E, principalmente, acertar o mais rápido possível com o seu treinador - bons nomes estão no mercado, como Chris Hughton e Nigel Adkins. É hora de agir.

Provável (provável mesmo!) time para a temporada (4-4-2): Westwood; Odubajo, Lees, Borner, Palmer; Lee, Reach, Bannan, Harris; Forestieri, Fletcher.

Previsão Championship Brasil: Meio da tabela


Siga-nos em nossas redes sociais para ficar por dentro de todas as novidades da próxima temporada!



Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis