Por Edmar Assis e Danilo Moraes. Tecnologia do Blogger.

Classificação

Artilharia

Postado por : Edmar Assis 12/10/2019


11 rodadas da temporada 2019-20 já se passaram, e raramente se viu um equlíbrio tão grande na tabela da Championship. A diferença do atual líder West Bromwich, com 22 pontos, pro 10º colocado Charlton, com 18, é de apenas QUATRO PONTOS. Dez times separados por basicamente uma rodada, que fazem com que qualquer prognóstico nesse momento seja absolutamente inútil. Entre grandes vitórias de um lado e zebras passeando de um lado, o campeonato vai pegando ritmo... até a pausa pra data FIFA. Os times voltam, o campeonato empolga, muitos gols, boa audiência na TV... e outra pausa pra data FIFA. Embora estejam no calendário e sejam necessárias, as pausas para os jogos das seleções começam cada vez mais a irritar os treinadores, as emissoras de TV e principalmente os torcedores.

As datas FIFA estão presentes no calendário há muitos anos, e são necessárias principalmente na Europa, onde as seleções estão sempre disputando alguma coisa importante, sejam as eliminatórias pra Euro, para a Copa do Mundo ou mesmo para a recém-criada Nations League. Com um campeonato cada vez mais globalizado em relação a nacionalidade dos jogadores, invariavelmente os clubes que tem jogadores não ingleses (já que os ingleses das divisões inferiores nunca são lembrados) acabam tendo que ver boa parte de suas peças-chave indo pra sua seleção, e os treinadores passam essas duas semanas rezando para que todos voltem sem lesões.

Um bom exemplo é o Fulham: o seu melhor jogador e principal goleador também é o principal goleador da seleção da Sérvia, e o técnico Scott Parker só pode orar pra que Aleksandar Mitrovic volte inteiro pra temporada toda não ir pro saco. Temos outros exemplos em vários times, como Kamil Grosicki no Hull, Joe Allen no Stoke, Stuart Dallas no Leeds, entre vários outros. Sem contar que, como são competições oficiais, geralmente as seleções viajam vários quilômetros para jogos bastante duros. Um pesadelo para os técnicos.


Claro que existem diferentes tipos de incômodos. Na Championship o campeonato para e os times não são desfalcados diretamente, diferente da zona que é o futebol brasileiro, onde os times perdem seus craques para amistosos inúteis em países pouco relevantes para o futebol. Mas a parada de duas semanas é extremamente incômoda do ponto de vista do entretenimento, pois nada é pior que você estar empolgado com seu ou outro time, e ter que aguentar duas semanas sem vê-lo, e sem saber se ele voltará o mesmo após a volta.

Existe um problema ainda mais sério, que pode afetar diretamente esse quilíbrio já citado na tabela: o aperto do calendário inglês. A Championship tem 46 rodadas e mais 5 jogos de playoffs, que precisam ser apertados em 10 meses, juntamente com a Copa da Liga, a FA Cup e as datas FIFA. Além do mais, existe o fator clima, que se na última temporada não teve grande impacto, é algo bastante imprevisível. Se uma nevasca vier a assolar a Inglaterra, vários jogos podem ser adiados, causando um problemão e tanto de logística. Embora esse problema tende a ser diminuido pelo fracasso dos times da Championship na Copa da Liga, já que todos caíram fora antes das quartas de final.

Não existe possbilidade de simplesmente se acabar com as pausas, e por enquanto o pensamento de diminuir o numero de clubes na Championship de 24 para 22 está completamente descartada. A Copa da Liga parece ser "indestrutível" no calendário, e a FA Cup, a taça mais antiga do planeta, nunca vai mudar sua fórmula. No meio desse caos de datas, basta aos treinadores rezar pela saúde de seus jogadores, e aos torcedores engolirem as pausas. Haja saco!

Home ---------------------- Política de Privacidade ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Championship Brasil 2019. Todos os direitos reservados ------- Designed by Edmar Assis